conecte-se conosco


Tangará da Serra

Cachorrinha desaparece e dona oferece recompensa em dinheiro para quem encontrar a mascote

Publicado

Fubá, desapareceu no dia 12 de novembro.

Desapareceu em 12 de novembro a cadelinha “Fubá”, uma vira-lata de um ano, porte pequeno e nas cores preto e caramelo. A proprietária oferece recompensa de R$250 para quem encontrá-la.

A “Fubá”, despareceu no período da tarde, da residência da família que fica localizada na rua 28, no bairro Jardim Eldorado, nas proximidades do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia (IFMT), em Tangará da Serra.

Além da Fubá, a proprietária da cadelinha, Tatiana Regina da Silva Pereira, adotou outros cinco cachorros, todos eles abandonados e resgatados das ruas pela família, emocionada Tatiana, apela para devolverem o animal. “A Fubá, quando a encontramos, estava doente, cheia de sarna, por viver nas ruas a achamos bem debilitada,  eu e meu marido cuidamos, tratamos com todo amor e carinho e há cerca de 15 dias ela sumiu, estamos muito tristes pelo desaparecimento dela. Por favor, quem encontrá-la nos procure, oferecemos recompensa”. Reforça.

Para quem tiver informações sobre o paradeiro da Fubá, a recomendação é para que entre em contato pelo Fone: (65) 9.9900-7006.

 

 

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Televisores, celulares e computadores furtados são recuperados pela PM em Tangará da Serra
publicidade

Tangará da Serra

Tangará da Serra terá manifestação em apoio a Reforma da Previdência neste domingo

Publicado

Acompanhando os atos pró-governo organizados em todo o País, por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PSL), membros do Movimento Direita em Ação (MDA), promovem neste domingo (26), uma manifestação no Centro de Tangará da Serra.

O movimento defende o governo Bolsonaro e a agenda política do presidente. Estão incluídas à pauta, a Reforma da Previdência, aprovação do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro, e a MP 870. Segundo destaca um dos coordenadores do movimento, Jean Piccoli, o ato ocorre em parceria com a Associação dos Caminhoneiros. “É um momento importante para encontrarmos forças e apoiarmos o governo, precisamos nos unir e não nos dividirmos. Nesse domingo teremos pessoas que irão se manifestar verdadeiramente em prol do país”, destaca.

A concentração acontece no estacionamento da Loja Hiper Gotardo, a partir das 16h00 e depois ganhará às ruas da cidade em uma carreata que percorrerá a princípio a Avenida Brasil. A expectativa dos organizadores é reunir ao menos mil pessoas no ato, que contará com carro de som. No País, há manifestações confirmadas em mais de 20 estados.

Comentários Facebook
Leia mais:  Escolas públicas serão monitoradas pela PM nos três turnos a partir de segunda-feira (01)
Continue lendo

Mato Grosso

ESCÂNDALO DA SAÚDE: Caso ainda tem desdobramentos e Justiça busca presidente de Oscip

Publicado

O Escândalo da Saúde, que lesou os cofres da saúde pública em Tangará da Serra entre os anos de 2010 e 2011, segue com seus desdobramentos.

Esta semana, a juíza Celia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, tenta encontrar a presidente da Oscip Instituto de Desenvolvimento Humano, Econômico e Ação Social (Idheas), Maria Guimarães Bueno de Araújo, para intimar e citar tanto o instituto quanto sua fundadora.

Maria Guimarães Bueno de Araújo já foi condenada por fraudes em Tangará da Serra

Maria Guimarães é a peça central de supostos desvios de R$ 51 milhões via Programa Saúde da Família nas prefeituras de Tangará da Serra e Timóteo, em Minas Gerais.

A ação é um dos desdobramentos da Operação Hygeia, deflagrada pela Polícia Federal em 2010, e corre em segredo de justiça.

Conforme a ação federal, a finalidade da carta precatória é apenas a notificação dos requeridos. Na prefeitura de Tangará da Serra os esquemas causaram dano de R$ 4 milhões ao erário.

Em razão do escândalo, prefeito Júlio Cesar Ladeia foi cassado pela Câmara em 2011

Por esses crimes, em 2016 a juíza Eza Yara Ribeiro, da comarca daquele município, condenou Maria Guimarães Bueno de Araújo, o ex-prefeito Julio Cesar Davoli Ladeia, o ex-vice-prefeito José Jaconias da Silva, o ex-secretário municipal de Saúde Mario Lemos de Almeida e o empresário Abel Alves Saraiva.

Leia mais:  Polícia procura o quarto envolvido na morte do jovem Gabriel

O caso, conhecido em Tangará da Serra como “Escândalo da Saúde”, também levou, no ano de 2011, à cassação de cinco vereadores. (Com ‘Notícias de Mato Grosso’)

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana