conecte-se conosco


Esportes

Britânica será primeira piloto transexual a correr nas 24 horas de Le Mans

Publicado

pilota transexual Charlie Christina
Reprodução
Charlie é ativista transexual e será a primeira a correr nas 24 horas de Le Mans

Pela primeira vez na história uma pilota transexual estará na prova de 24 horas de Le Mans, uma das provas mais tradicionais de endurance do mundo.

Leia também:  Real Madrid vence disputa com Barça, PSG e Bayern e contrata “Messi japonês”

Charlie Christina Martin, de 37 anos, estará na pista de Le Mans neste sábado (15) como a primeira atleta transexual do automobilismo. Faz três anos que ela está na categoria de endurance e competirá na Road to Le Mans, como parte da Copa Michelin Le Mans.

Símbolo da comunidade LGBT + na categoria, Martin fez sua mudança de transição de gênero em 2012 e passou por inúmeros procedimentos até chegar onde está hoje. Ela mantém um canal no Youtube para contar sobre sua história chamado ‘Girl For All Seasons’.

“Quase todas as fibras do meu corpo me disseram que era a coisa que eu precisava fazer. Mas eu sempre disse para mim mesma que nunca teria coragem de fazê-lo. Estou com muito medo das consequências”, disse ela ao canal CNN Sport .

Assim que decidiu fazer a transição, Martin se distanciou do automobilismo e tem a chance de dar a volta por cima nesse fim de semana. “Eu simplesmente não conseguia ver como isso seria aceito. Quando eu estava no primeiro ano de transição no Reino Unido, as pessoas eram bastante distantes. Mas acho que era porque todo mundo me conhecia e … as corridas de subida [nas quais ela competia] é uma coisa de geração um pouco mais velha. Então isso pareceu bastante [chegar nas 24 hrs de Le Mans ]. Eu não sei. Desafio é provavelmente a melhor maneira de descrevê-lo”, comentou.

Leia mais:  “Eu corto o braço se o Flamengo não for campeão brasileiro”, diz Juca Kfouri

Leia também:  Ferrari recorre de punição contra Sebastian Vettel no GP do Canadá de F1


Charlie Christina Martin é ativista transexual e embaixadora da Racing Pride, uma iniciativa que promove a inclusão dos LGBT+ na indústria do automobilismo e entre seus parceiros tecnológicos e comerciais. Ela competirá em Le Mans pela Racing Experience no carro Norma M30 LMP3 de cinco litros e 420 cavalos.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook

Esportes

Mundial de Clubes: Monterrey bate Al Sadd e terá Liverpool como rival

Publicado

por

source

Os mexicanos do Monterrey foram os últimos a se classificaram na tarde de hoje (14) para as semifinais do Mundial de Clubes da FIFA. Eles venceram os anfitriões do Al Sadd, por 3 a 2, no estádio Jassim Bin Hamad, em Doha (Catar). O adversário na próxima fase será o Liverpool, da Inglaterra, atual detentor do título da Liga dos Campeões da Europa. O duelo acontece na próxima quarta-feira (18), às 14h30 (horário de Brasília).

O lateral-esquerdo Vangioni abriu o placar para o Monterrey aos 22 minutos, quando recebeu a bola pela esquerda e disparou um belo chute de canhota no ângulo esquerdo do goleiro Al Sheeb. Após o gol, o All Sadd passou a controlar mais a bola e até teve chances de igualar o marcador, mas quem voltou a marcar foram os mexicanos: aos 45 minutos, o atacante Funes Mori não perdoou o vacilo da zaga no recuo de bola e aproveitou para fazer o segundo do Monterrey.

Na volta do intervalo, o Al Sadd botou pressão e conseguiu diminuir a diferença aos 20 minutos, com o atacante Bounedjah, de cabeça. Mas onze minutos depois, Vangioni fez bela jogada pela esquerda e deu de presente para o volante Rodríguez fazer o terceiro da equipe mexicana. O time do Catar, comandado pelo espanhol Xávi Hernández, não se entregou e, de tanto insistir, fez o segundo gol na partida aos 43 minutos da etapa final. E que golaço: o lateral Abdelkarim recebeu pela esquerda e soltou uma bomba no canto esquerdo do goleiro Barovero. Apesar de o time da casa incendiar o finzinho do jogo, o Monterrey conseguiu administrar a vantagem no placar, até o apito final, aos 50 minutos. Vitória do time mexicano por 3 a 2, que sacramentou a classificação para a semifinal. Esta é a segunda vez que o Monterrey avança à semifinal do Mundial de Clubes: em 2012 os mexicanos também se classificaram, mas na fase seguinte perderam por 3 x 1 para os ingleses do Chelsea.

Já o Al Sadd disputa a quinta colocação no Mundial contra o Espérance, da Tunísia, na próxima terça-feira (17), às 11h30 (horário de Brasília), no estádio Khalifa International, na capital do Catar. 

Leia mais:  Confira a agenda do futebol desta quinta-feira, 04 de abril de 2019

 

FICHA TÉCNICA:

Sábado, 14 de dezembro de 2019

MONTERREY 3 x 1 AL SAAD

Competição: Mundial de Clubes da FIFA

Local: Estádio Jassim Bin Hamad, Doha (Catar)

Monterrey: Barovero; Medina, Montes (Basanta), Sánchez, Vangioni; C.Rodriguez, J.González, Gallardo e Pizarro (Layún); Pabón (Meza) e Funes Mori. T: Antonio Mohamed.

Al Saad: Al-Sheeb (Barsham); Pedro, Salman, Abdelkarim, Khoukhi; Gabi, Al Hajri (Jung Woo-Young), Nam Tae-Hee, Al-Haydos; Bounedjah e Akran Afif. T: Xavi Hernández.


Gols: No 1º tempo: Vangioni (22) e Funes Mori (45).No 2º tempo: Bounedjah (20), C.Rodrígues (31) e Abdelkarim (43).

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Grand Finals: Calderano perde nas quartas e se despede do torneio

Publicado

por

source

Sexto melhor do mundo, o mesatenista brasileiro Hugo Calderano deu adeus ao ITTF Word Tour Grand Finals na madrugada de hoje (14), ao ser derrotado por 4 sets a 1 pelo chinês Fan Zhendong, atual número dois no ranking. A partida, válida pelas quartas de final, foi disputada na cidade de Zhengzhou (China). Com o resultado, Calderano encerrou sua participação no torneio entre os oito primeiros colocados. Somente chineses avançaram às semifinais do individual masculino: Zhendong vai duelar com Lin Gaoyuan (4º no ranking mundial), e o número um Xu Xin terá pela frente Ma Long (3º).

Partida

Calderano começou o duelo impondo seu ritmo de jogo: chegou a abrir vantagem de 9 a 4 no primeiro set, mas se desconcentrou e permitiu a recuperação de Zhendong. O chinês conseguiu empatar e ainda virou o placar, vencendo por 12/10.  Animado, o chinês não deu chances para Calderano na parcial seguinte, e voltou a ganhar, desta vez por 11/5. No início do terceiro set o brasileiro emplacou 2 a 0 de vantagem, mas logo permitiu a virada do chinês, que seguiu liderando o placar até fechar em 11/7.  A reação de Calderano veio no quarto set: com ataque precisos, o brasileiro neutralizou o chinês, fechando na frente, por 11/5, pela primeira vez na partida.  No entanto, no quinto set, Zhendong reassumiu o controle do jogo, fechou a parcial em 11/9, selando a vitória por 4 sets a 1.


O Grand Finals foi o último compromisso internacional de Calderno, já classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. No final de janeiro de 2020, ele já tem agendada participação no Aberto Platinum da Alemanha, na cidade de Magdeburg.  

Leia mais:  Renato Gaúcho fala sobre gays no futebol e defende Bolsonaro e Sérgio Moro

 

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana