conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Política MT

Botelho pede agilidade na perfuração de poços artesianos nas comunidades

Publicado


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Em reunião com o presidente da Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat), Juliano Jorge Boraczynski, o deputado Eduardo Botelho (União), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa (ALMT), recebeu a garantia de que ações serão intensificadas para agilizar a perfuração de poços tubulares para captação de água em Mato Grosso.

Ontem (22), na sede da Companhia, o presidente Juliano Jorge explicou a Botelho que um dos entraves é a alteração no sistema para o pedido de autorização para a construção dos poços, que antes era feito manual, mas o novo programa digital passou a exigir o Cadastro Ambiental Rural (CAR). Contudo, observou o presidente, a grande maioria não tem esse documento.  

“Vamos fazer o entendimento com a Sema [Secretaria de Estado de Meio ambiente] para que o CAR fique sob a responsabilidade do município e autora do poço. A meta é a de construir 200 poços, por isso, a parceria com a Assembleia é fundamental!”, disse Juliano Jorge.

Conhecedor das dificuldades de cada região, Botelho já viabilizou poços para os moradores das comunidades João e Maria de Barra do Bugres, Nova Esperança de Jangada e mais dois em Mata Cavalo, de Nossa Senhora do Livramento, também indicou outras localidades para receberem o empreendimento: Água Doce, Buriti Fundo; Pindaival e Monjolo – Rosário Oeste, Gleba Bonanza – Nobres, Cabeceira do João Cuiabá, Mata Cavalo de Cima e de Baixo – Nossa Senhora do Livramento; Gleba Resistência – Santo Antônio de Leverger, São Bom Jesus e Buritizal – Barão de Melgaço e Pacu – Planalto da Serra, dentre outras.  

“Estamos lutando por essa questão de água desde o governo passado. E este governo entendeu essa necessidade e acatou a nossa sugestão criando esse programa de Água para Todos, que vai levar água para as comunidades pequenas, assentamos, comunidades rurais. Essa construção de poços vai aliviar, e muito, o sofrimento da população. Já foram executados mais de 170 poços artesianos nesse programa. Temos a previsão de fazer mais de mil poços para ajudar as inúmeras comunidades mato-grossenses”.

Ação – O trabalho em parceria vem ajudando a levar água para diversas comunidades. Recentemente, a Metamat adquiriu a primeira perfuratriz, equipamento que realiza a perfuração no solo, e já recebeu mais emenda federal para a segunda máquina.  

“Hoje estamos perfurando em aldeias indígenas, quilombolas e grandes assentamentos onde mais de 1,5 mil famílias não têm água para fazer comida, tomar banho ou beber. Isso é falta de dignidade com o ser humano. Então, estamos em parceria com os deputados, o governador tem nos ajudado muito pelo fortalecimento da Metamat, e até o final do ano fazer uma grande quantidade de poços para mais de 50 mil famílias”, informou Juliano Jorge.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Política

Para quem ignora vacina, Governador avisa. “Uma hora pode dar m…”

Publicado

O governador Mauro Mendes (União Brasil) criticou parte da população que não completou o esquema vacinal contra a Covid-19. Para ele, a insistência negacionista pode “dar merda” para as pessoas, levando-as à internação e até mesmo à morte.

Segundo levantamento feito pela Secretária de Estado de Saúde e divulgado na terça-feira (28), dos 101 pacientes que estão internados pela Covid-19, em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de Mato Grosso, 91% não completaram o esquema de vacinação.

“Essas pessoas fizeram a opção de correr risco. Se você corre o risco, uma hora dá merda. E deu merda para essas pessoas, e pode dar a todas aquelas que continuarem insistindo nessa bobagem de não querer tomar vacina”, disse o governador à imprensa.

CÍNTIA BORGES E VITÓRIA GOMES
Mídia News

Continue lendo

Cidades

Com ferro em brasa: Jovem marca nas costas nº 22 do partido de Bolsonaro

Publicado

Um jovem morador de Mirassol D’Oeste (204 km de Tangará da Serra) marcou com ferro em brasa o número 22 nas costas para “homenagear” o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

A atitude do jovem dividiu opiniões nas redes sociais e gerou várias críticas e piadas. Internautas de posicionamento político contra a gestão do atual presidente não economizaram em usar a palavra “gado” e outros sinônimos para reagir na foto do jovem.

Uma delas soltou “o gado já tá marcado”; outro usou “esse não some no meio da boiada”. Na lista de compartilhamentos da imagem há pessoas que moram no mesmo assentamento do jovem, o Roseli Nunes. A maioria delas vão contra a atitude do morador.

Segundo a imprensa local, o adolescente se marcou após um desafio entre amigos. Ele estaria em um leilão, ajudando na marcação dos gados, quando foi desafiado.

Mídia News

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana