conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Economia

Bolsonaro nomeia ex-secretário de Guedes como número 2 de Onyx no Trabalho

Publicado


source
Bruno Bianco, ex-secretário de previdência e trabalho do Ministério da Economia
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Bruno Bianco, ex-secretário de previdência e trabalho do Ministério da Economia

Ex-secretário do Ministério da Economia, Bruno Bianco foi nomeado nesta quinta-feira (29) como secretário-executivo do Ministério de Trabalho e Previdência, comandado por Onyx Lorenzoni. A pasta foi recriada na quarta-feira como parte da reforma ministerial . Bianco cuidava justamente da parte de Previdência e Trabalho na equipe de Guedes.

Ao aceitar ceder uma parte de seu ministério, como parte da articulação para a entrada do senador Ciro Nogueira (PP-PI) na Casa Civil, Guedes pediu ao presidente Jair Bolsonaro para Bianco ser o secretário-executivo da nova pasta.

Você viu?

Também como parte da reforma, Mario Fernandes foi nomeado nesta quinta-feira como secretário-executivo da Secretaria-Geral da Presidência, que passou a ser comanda por Luiz Eduardo Ramos, ex-ministro da Casa Civil. Fernandes já trabalhava com Ramos na Casa Civil, como Secretaria Especial de Relacionamento Externo e, assim como o ministro, também é militar da reserva.

Por outro lado, Jônathas de Castro, que era número 2 de Ramos desde os temos da Secretaria de Governo, continuará na Casa Civil. Ele é apontado como responsável por operar as negociações com o Centrão envolvendo a liberação de recursos e nomeações. No período, se aproximou de Ciro Nogueira e do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Comentários Facebook

Economia

Bolsonaro diz que economia vai “muito bem” e descarta trocas no ministério

Publicado

por


source
Bolsonaro em evento da Roda da Fruticultura
Reprodução/redes sociais

Bolsonaro em evento da Roda da Fruticultura

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste sábado (18) que economia do país vai “muito bem” e afastou a ideia de trocar peças no Ministério. A fala foi feita durante o Fórum da Rota da Fruticultura da RIDE/DF (Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno), em Brasília.

“Nossa economia não pode e não vai parar. [Quero] dizer a vocês, a gente faz analogia com futebol, quando um time não está indo bem, a gente pensa logo em trocar o técnico. O meu time está indo muito bem”, disse o chefe do Executivo. 

Além de Bolsonaro, o evento contou com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes; o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho; da ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda; a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF); o deputado Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF); o advogado-geral da União, Bruno Bianco e o presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães;

A Rota da Fruticultura é responsável pela cadeia produtiva da fruta no Distrito Federal e em 33 municípios de Goiás e Minas Gerais. 

Continue lendo

Economia

Valor da gasolina e do diesel sobe pela quarta semana seguida, diz ANP

Publicado

por


source
Confira a relação dos preços dos combustíveia
Divulgação

Confira a relação dos preços dos combustíveia

O preço da gasolina voltou a subir pela quarta semana seguida. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio do litro no país está em de R$6,076 na semana entre os dias 12 e 18 de setembro. Em relação às últimas quatro semanas, quando o litro estava a R$ 5,982, o avanço foi de 1,57%. Em relação a semana passada (entre os dias cinco e onze), a alta foi de 0,2%. No ano, a gasolina já subiu 35,5%, de acordo com a ANP.

Em três estados, o preço do litro da gasolina continua acima de R$ 7. É o caso do Acre (com preço máximo de R$ 7,13), Rio de Janeiro (R$ 7,199) e Rio Grande do Sul (R$ 7,185). Por isso, é preciso pesquisar para economizar.

Leia Também

O diesel também subiu nesta semana, em sua quarta alta semanal. O preço médio do litro chegou a R$ 4,709 em média no país, maior que os R$ 4,695 da semana anterior e mais que os R$4,608 de quatro semanas atrás. No ano, a alta é de 30,5%.

No caso do gás de botijão, o preço também sobe há três semanas seguidas. Atualmente está em média a R$98,33 o botijão de 13 quilos. É um valor superior em relação à semana anterior, quando estava em R$ 96,89, e aos R$ 93,65 de quatro semanas atrás.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana