conecte-se conosco


Economia

Bolsonaro deve herdar R$ 336 bilhões em investimentos já encaminhados por Temer

Publicado


Bolsonaro herdará cerca de R$ 336 bilhões em investimentos já encaminhados por Temer
Rogério Melo/PR/Agência Pública
Bolsonaro herdará cerca de R$ 336 bilhões em investimentos já encaminhados por Temer

O governo de Michel Temer (MDB) deverá deixar como herança ao presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), algo em torno de R$ 335,6 bilhões em investimentos já encaminhados, frutos de privatizações e concessões realizadas nos últimos anos, além de R$ 195 bilhões em fase de preparação.

Leia também: Orçamento do governo prevê novos concursos e contratação de até 40 mil em 2019

Os investimentos
deixados em fases avançadas para a próxima gestão foram detalhados em documento produzido pelo Ministério da Fazenda para que a transição e a futura equipe tenham tempo para fazer um balanço e planejar as ações futuras. As equipes, inclusive, orientam-se mutuamente e discutem formas de avançar em cada situação.

Parte do mercado financeiro entende que o governo Temer
teve intenções melhores do que sua atuação prática para concretizar privatizações e formas de reduzir as despesas do estado brasileiro, pilares da futura equipe econômica, encabeçada pelo ‘superministro’ Paulo Guedes
.

Entre os leilões concluídos na gestão Temer, estão concessões de exploração do petróleo, linhas de transmissão de energia, aeroportos, parte de rodovia, terminais portuários e outros. Grandes privatizações, como a da Eletrobras, por exemplo, não avançaram. 

A tendência é que entrega e aplicação das empresas e partes leiloadas aconteça na gestão do futuro presidente, que assumirá em 1º de janeiro, mesmo que o prazo de aplicação dos recursos seja longo, em alguns casos.

Leia mais:  Produção de veículos tem queda de 10% em março, mostra Anfavea

A relação entre o governo e órgãos como o Tribunal de Contas da União ( TCU
) e Ministério Público dificultou o processo de algumas privatizações e prolongou outros, segundo avaliam consultores do mercado. O desafio para a futura gestão será melhorar essas relações para conseguir aprovar em menos tempo os projetos pretendidos.

Além dos leilões já feitos, Temer deixará pronto um pacote de concessões a serem leiloadas logo no primeiro trimestre de 2019, que poderão injetar outros R$ 6,4 bilhões na economia brasileira. Compõem esse pacote 12 aeroportos, um trecho da Ferrovia Norte-Sul e quatro terminais portuários
.

O relatório elaborado pela Fazenda
à equipe de Bolsonaro inclui também uma vasta lista de ativos com projetos iniciados durante o atual governo. A Infraero e linhas de transmissão de energia estão nessa lista, por exemplo. Nem todos os programas têm valor de investimento previsto, ou seja, a herança de Temer a Bolsonaro pode variar positivamente.

É preparada, ainda, uma vasta relação de recomendações ao futuro governo para as áreas de infraestrutura e desestatizações. Entre as indicações, está citada a Eletrobras e a forma que o atual governo acredita ser a melhor forma de privatizá-la.

O documento que detalha os investimentos
encaminhados sugere que seja feito projeto para privatizar a empresa no mesmo modelo do proposto pela atual equipe do presidente emedebista: redução da participação da União para menos de 50%, com barreira para que nenhum acionista tenha mais de 10% do controle da Eletrobras. Bolsonaro, no entanto, já mostrou resistência à privatização da estatal de energia elétrica
.

Leia mais:  William Waack conversa com empresários sobre os 100 dias do governo Bolsonaro

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Frigorífico de Tangará deverá ser habilitado para exportar carne para a China

Publicado

A planta frigorífica da Marfrig de Tangará da Serra está na lista de 30 frigoríficos propensos à exportação de carne bovina para a China. A informação é da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. No início da semana, ela disse que fechou uma lista de frigoríficos (de bovinos, aves e asininos) a ser entregue para os chineses avaliarem.

Os executivos da Marfrig se disseram bastante confiantes com as autorizações da China para que mais unidades da companhia possam exportar. De acordo com eles, é possível que Pequim autorize mais frigoríficos brasileiros a exportar já na próxima semana.

De acordo com o jornal Valor Econômico, a demanda excepcional da China por carnes alterou o planejamento de vendas da Marfrig Global Foods. Miguel Gularte, executivo responsável pelas operações da empresa na América do Sul, para se apropriar dos aumentos quase diários dos preços pagos pelos importadores chineses – o país asiático sofre com a escassez devido ao surto de peste suína africana -, a Marfrig aumentou os estoques e reduziu o volume de vendas já comprometido em alguns dias.

Com isso, a companhia consegue aproveitar os preços mais altos carnes, fechando os contratos gradualmente e à medida que os preços da carne sobem, justificou Gularte. Além disso, a apreciação do dólar perante o real também favorece as margens de lucro na Marfrig nas exportações, acrescentou o CEO da Marfrig, Eduardo Miron, que também acompanhou a visita.

Leia mais:  Sete em cada dez brasileiros estão otimistas com realidade econômica, diz SPC

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Sicredi promove várias ações na Semana Nacional de Educação Financeira

Publicado

A 6ª edição da Semana Nacional de Educação Financeira (Semana ENEF) está sendo realizada entre os dias 20 e 26 de maio em todo o país e o Sicredi reforça sua participação no evento que tem o objetivo de estimular o debate sobre o tema na sociedade. Este ano, o conceito do Sicredi é “#fiquenoverde – Faz diferença deixar sua vida financeira mais saudável”, cujas ações vão focar especialmente crianças e adolescentes e mostrar quanto o conhecimento a respeito da administração de gastos pode trazer de benefícios se o tema fizer parte do nosso dia a dia desde a infância.

Cada pessoa tem um jeito de cuidar do seu dinheiro. Identificar o seu perfil é o primeiro passo para conquistar uma vida financeira mais saudável, reforça a Cooperativa Sicredi.

Em Tangará da Serra foram realizadas palestras em parceria com o Programa Moral do Rotary Tangará Cidade Alta na EE Emanuel Pinheiro e nas Comunidades Terapêuticas Resgate e Liberdade e Viver de Novo. Foi realizada ainda, no dia 20, palestra com alunos da Universidade de Mato Grosso. No ambiente virtual, as dicas para uma vida financeira mais saudável estarão concentradas em um espaço permanente, dedicado exclusivamente ao tema, que ficará hospedado no site do Sicredi (www.sicredi.com.br/educacaofinanceira. 

Em Tangará da Serra foram realizadas palestras em parceria com o Programa Moral do Rotary Tangará Cidade Alta na EE Emanuel Pinheiro e nas Comunidades Terapêuticas Resgate e Liberdade e Viver de Novo.

A página inclui conteúdos voltados aos jovens, como histórias interativas que contam a origem do dinheiro, materiais para oficinas com grupos de crianças, livros, e-books e vídeos, além de um teste para descobrir seu perfil financeiro e compartilhar o resultado nas redes sociais.

O conceito da instituição neste ano será “#Fiquenoverde – Faz diferença deixar sua vida financeira mais saudável”

Uma das grandes novidades deste ano é a parceria do Sicredi com a Mauricio de Sousa Produções (MSP), que traz os personagens da Turma da Mônica para falarem de educação financeira de forma leve e divertida. A série com três gibis deu origem a três vídeos animados da Turma da Mônica que estão disponíveis nas redes sociais do Sicredi.

Leia mais:  Em meio a crise, funcionários da Avianca recorrem a feirões de emprego

 

 

Fonte:Assessoria de Comunicação

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana