conecte-se conosco



BemRural

BOI/CEPEA: Diferentes necessidades seguem resultando em oscilação do Indicador

Publicado

Cepea, 06/12/2018 – Os valores da arroba do boi gordo têm oscilado neste início de dezembro. Segundo pesquisadores do Cepea, esse contexto segue atrelado às diferentes urgências de agentes – enquanto os frigoríficos com escalas mais alongadas pressionam as cotações, os que necessitam de novos lotes elevam os valores pagos. Do lado do pecuarista, os que precisam negociar acabam cedendo em alguns casos, ao passo que outros, com a melhora dos pastos, preferem aguardar. Quanto à carne negociada no mercado atacadista da Grande São Paulo, estão em alta neste começo de dezembro. De acordo com pesquisadores, esse movimento se deve tanto às exportações em ritmo intenso, que enxugam a oferta doméstica, quanto ao aquecimento da demanda por parte do varejo, que começa a fazer estoques para o consumo de final de ano. As exportações brasileiras de carne bovina in natura registram recordes de volume e de faturamento em moeda nacional neste segundo semestre. Em novembro, a quantidade embarcada caiu em relação à de outubro, mas foi a maior para um mês de novembro, considerando-se a série histórica da Secex. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Comentários Facebook
Leia mais:  Paralisação de caminhoneiros é cogitada pela categoria para segunda-feira
publicidade

BemRural

Sistema de poda e tutoramento aumenta produtividade do cacau

Publicado

por

Pesquisadores do Centro de Pesquisa do Cacau da Ceplac testam técnica de poda e tutoramento que aumenta o número de plantas por hectare e, consequentemente, a produtividade. Os pesquisadores obtiveram resultados favoráveis com o uso da técnica no cacaueiro, também conhecido como sistema candelabro pela aparência que a planta apresenta.

Este sistema de manejo, desenvolvido no semiárido da Bahia, permite o gerenciamento da planta buscando o equilíbrio entre a parte vegetativa e a parte frutífera da planta.

De acordo com os pesquisadores do centro, George Andrade Sodré e José Basílio Vieira Leite, este manejo tem se mostrado adequado para plantas de pequeno porte, com plantio com densidade acima de 1.600 plantas por hectare.

O cultivo candelabro, de acordo com os pesquisadores, apresenta potencial para a produção intensiva comercial de cacaueiros. Entretanto, necessita ser validado em áreas maiores e também precisa da realização de estudos de viabilidade econômica, definição de clores, mecanização da poda e outras práticas associadas ao uso do sistema.

Mais informações à ImprensaCoordenação Geral de Comunicação Social
Inez De Podestà
[email protected]

Comentários Facebook
Leia mais:  LEITE/CEPEA: Preço segue em queda pelo segundo mês consecutivo
Continue lendo

BemRural

Cartilha de Boas Práticas na Gestação de Suínos é lançada pelo Mapa

Publicado

por

O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) lança nesta terça-feira (11), em Brasília, a cartilha digital de Boas Práticas na Produção de Suínos voltada para a Gestação Coletiva. Também serão apresentadas as conclusões recebidas na consulta pública sobre boas práticas na produção comercial de suínos.

Esta publicação é a primeira de uma série de materiais técnicos para estimular as boas práticas de produção junto à cadeia de suínos. O objetivo das ações é apoiar o produtor para uma atitude proativa com relação ao bem estar na gestação e maternidade das matrizes.

O material é fruto da parceria entre o Mapa e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). Segundo a chefe de Divisão de Bem Estar Animal e Equideocultura do ministério, Liziè Buss, a publicação de materiais técnicos informativos para a cadeia é fundamental para facilitar a disseminação de conhecimentos e adoção de melhores práticas. A estratégia atende aos objetivos da Área de Boas Práticas e Bem-estar Animal (BEA), que são a sensibilização, capacitação e sustentabilidade da cadeia produtiva.

Liziè lembra que no mundo todo existe uma forte movimentação acerca do BEA. “Desde 2013, a União Europeia proíbe o alojamento de fêmeas em gaiolas na totalidade do período gestacional. Outros países também possuem orientações sobre este tema: Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, e África do Sul”. “Em outubro deste ano, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) publicou o capítulo internacional para boas práticas na produção de suínos. E o Brasil, como signatário e um dos maiores players na produção e exportação de suínos, deve fomentar a adoção destas práticas”, completa a especialista.

Leia mais:  ALGODÃO/CEPEA: Liquidez é baixa no BR, mas preços estão firmes

Mais informações à ImprensaCoordenação Geral de Imprensa
[email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana