conecte-se conosco


Mulher

Bebê segura o dedo de obstetra em parto cesárea e registro emociona

Publicado

A fotógrafa especializada em nascimentos Bruna Costa fez um registro emocionante de um parto cesárea. No clique, Bruna conseguiu captar o momento exato em que o bebê agarrou o dedo da obstetra ao nascer.

Leia também: Fotógrafa compartilha foto incrível de parto e é punida no Facebook


Fotógrafa Bruna Costaclica momento emocionante em que bebê segura o dedo de obstetra antes mesmo de nascer
Reprodução/Instagram/brunacostafotografias

Fotógrafa Bruna Costaclica momento emocionante em que bebê segura o dedo de obstetra antes mesmo de nascer

“E quando a baby tira a mão para fora e pega na mão da obstetra antes mesmo de nascer”, escreve a fotógrafa em sua conta no Instagram ao compartilhar a imagem do parto cesárea . A recém-nascida, chamada Luana, é filha da catarinense Mariana Floriano de Senna, de Balneário Camburiú, que pareceu emocionada ao ver a cena. “Minha princesa! Minha vida! A mão mais linda que Deus criou, emocionante o nosso momento! Mamãe te ama!”, comenta na publicação de Bruna. 

Depois do nascimento, que correu de forma tranquila e saudável, a pequena continuou, surpreendentemente, segurando a mão da obstetra e Bruna fez outro registro desse novo momento. “E a nossa bebezinha linda de ontem continuou segurando as coisas, menina forte”, escreve a fotógrafa.

Leia também: Fotógrafa cria projeto emocionante de imagens que representam parto na água

Repercussão


O registro emocionante do parto cesárea sensibilizou seus seguidores e reuniu uma série de curtidas e comentários
Reprodução/Instagram/brunacostafotografias

O registro emocionante do parto cesárea sensibilizou seus seguidores e reuniu uma série de curtidas e comentários

Sensíveis e emocionantes, os cliques de Bruna tocaram os internautas, que reuniram uma série de comentários positivos tanto sobre o momento quanto sobre o trabalho feito pela fotógrafa. “Parabéns pelo registro e sensibilidade”, diz uma seguidora. “Se você não ganhar um prêmio com essa foto, a gente inventa um para você”, escreve outra. “Que cena linda!”, completa mais uma.

Leia mais:  Ex-Miss exibe estrias em fotos e recebe elogios: “Corpo de uma mulher real”

Parto cesárea humanizado


O parto cesárea de Mariana Floriana de Senna foi humanizado, respeitando os processos naturais da criança e da mãe
Reprodução/Instagram/brunacostafotografias

O parto cesárea de Mariana Floriana de Senna foi humanizado, respeitando os processos naturais da criança e da mãe

O debate sobre a humanização do parto é cada vez mais forte entre mães e profissionais da saúde. Com o crescimento da preocupação de uma gestação segura e respeitosa, novas formas de pensar o parto começam a surgir. Além do parto normal humanizado, algumas mulheres estão buscando a cesárea humanizada. Como foi o caso de Mariana, mãe da pequena registrada pela fotógrafa Bruna, pelo que indica uma das hastags usadas pela profissional nas fotos. 

Leia também: Mãe conta com participação de filha de três anos em parto humanizado

A premissa é a mesma: o processo de gerar e dar à luz é humano, natural e instintivo. Ou seja, a saúde física e emocional da mãe e do bebê é respeitada durante os nove meses de gravidez, durante o parto e o pós-parto, visando sempre o bem-estar de ambos. Quando acontece um parto cesárea , isso também é levado em conta, a diferença é que há a intervenção cirúrgica durante o nascimento para garantir a saúde dos dois.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Justin e Hailey Bieber não fizeram sexo antes do casamento: vale a pena esperar?

Publicado

por

No início do mês, Hailey e Justin Bieber deram uma entrevista à revista “Vogue” contando os segredos do relacionamento. Na reportagem, eles revelam que quando se reencontraram, em junho de 2018, o cantor estava há um ano em uma espécie de jejum do sexo, segundo ele, uma escolha que surgiu de um acordo com Deus. Dessa forma, o casal decidiu não fazer sexo antes do casamento. 

Leia também: Abstinência sexual pode levar a uma vida mais longa, segundo estudo


Justin e Hailey Bieber escolheram não fazer sexo antes do casamento por motivos religiosos e causaram muita polêmica
Reprodução/Instagram

Justin e Hailey Bieber escolheram não fazer sexo antes do casamento por motivos religiosos e causaram muita polêmica

Não se trata de um casal que escolheu esperar até o casamento para ter a primeira relação sexual. Na verdade, eles escolheram dar um tempo de sexo antes do casamento e retomaram as relações após a oficialização da união. A declaração de Hailey e Justin causou polêmica. Será que dar um tempo do sexo é algo positivo para o casal? Como funciona isso? 

Para entender um pouco melhor a forma como o casal lidou com o sexo antes de se casar e quais os impactos disso no relacionamento, conversamos com a sexóloga Virgínia Gaia. Segundo ela, antes de qualquer coisa é preciso entender que as motivações de Justin e Hailey foram religiosas. “É bem conhecida na história da humanidade a interferência da religião na maneira como as pessoas vivem a sua sexualidade”, comenta.

No caso do casal em questão, essa escolha pelo celibato foi uma opção ligada à religião. Poupar-se ou não fazer sexo foi a forma que eles encontraram de construir um relacionamento melhor. Por isso, tantos casais preferem esperar até o casamento para ter uma relação sexual com o parceiro ou parceira. No fundo, são questões delicadas e que devem ser respeitadas. Afinal, cabe a cada casal definir o que é melhor para si.

Leia também: Confira 6 dicas para tornar a primeira vez no sexo incrível

Leia mais:  Quer aprender alavar louça de forma eficiente? Confira algumas dicas

Vale a pena esperar e não fazer sexo antes do casamento?


Optar ou não por fazer sexo antes do casamento deve ser uma escolha consciente e confortável para ambos da relação
shutterstock

Optar ou não por fazer sexo antes do casamento deve ser uma escolha consciente e confortável para ambos da relação

No entanto, apesar de ser algo bastante pessoal e que diz respeito apenas ao casal, é possível avaliar a questão de forma mais ampla. De acordo com a sexóloga, a questão pode ser vista pelo ponto de vista puramente sexual e, nesse caso, como tudo na vida, apresenta pontos tantos positivos quanto negativos.

Em relação às vantagens de esperar e não fazer sexo antes do relacionamento, Virgínia cita a tensão e o suspense criados, o que pode aumentar a excitação e tornar a relação mais prazerosa. “Isso pode vir a ser como um estímulo para os dois”, fala. 

Do ponto de vista dos impactos negativos, a sexóloga fala sobre como existem hoje uma série de estudos que comprovam os benefícios do sexo para a saúde. “O sexo estimula a produção de neurotransmissores, como a serotonina”, diz.

“Então, uma vida sexual regular e saudável melhora o humor, dá mais disposição e até reforça o sistema imunológico”, completa. Porém, quando o casal opta esperar até o casamento ou decide dar um tempo do sexo, eles estão perdendo esses benefícios.

Ainda assim, não significa que é condenável se abster de sexo por alguns períodos. Como já comentamos, isso vai depender das crenças e objetivos de cada um em relação ao sexo. “É uma questão de escolha, de estilo de vida e de que forma se acredita naquilo”, comenta a sexóloga. O importante é cultivar um relacionamento saudável com o outro.

Em relação a isso, Virgínia lembra que existem religiões que trazem o culto a um período de abstinência. Então, pode ser essa a escolha de um casal e não há problema algum nisso. “Pode ser de fato que, quando eles finalmente puderem ter uma relação, essa abstinência pode servir como um impulso de excitação e suspense”, fala.

Leia mais:  Ex-Miss exibe estrias em fotos e recebe elogios: “Corpo de uma mulher real”

Ou seja, não é tão simples assim falar se vale ou não a pena fazer ou não sexo antes do casamento. “Tudo é uma questão de escolha e valor. Para Justin Bieber , dentro do que ele está acreditando, dentro do que está vivendo e dentro da crença religiosa que ele tem, pode, sim, ser algo positivo”, comenta. “Eu só acho que isso não deve valer como regra para ninguém”, fala.

E você, acha que vale a pena dar um tempo do sexo?


Vale a pena ficar um tempo sem fazer sexo?


Leia também: Por que esperei até depois dos 50 anos para perder a virgindade

Sexo como algo positivo


É comum acreditar que o celibato está ligado à ideia de que sexo não é algo bom, mas é preciso ir contra a esse pensamento
shutterstock

É comum acreditar que o celibato está ligado à ideia de que sexo não é algo bom, mas é preciso ir contra a esse pensamento

Virgínia ainda toca em um ponto importante quando o assunto é dar um tempo das relações sexuais. Geralmente, quando as pessoas escolhem por essa pausa ou optam por fazer sexo só depois do casamento, é comum ter uma motivação negativa por trás dessa decisão. Como se o sexo fosse prejudicial e ruim à espiritualidade, ao bem-estar energético de cada um.

“Esse é um conceito que vem caindo em desuso, mas eles [Justin e Hailey] estão resgatando uma ideia bastante comum alguns séculos atrás. Existe aí um caráter de atribuir algo negativo, uma ideia pejorativa em relação ao sexo”, explica a sexóloga.

No entanto, se o casal colocar o sexo como algo negativo e que atrapalha a vida a dois, as consequências são serão boas no futuro. Afinal, a sexualidade é um dos pilares de uma relação saudável. E quando o sexo é visto como ruim, algo está errado ali. Se você sente culpa ou vergonha do sexo, pode ter certeza, é hora de repensar a sua relação com a sexualidade.

A sexóloga finaliza dizendo que o mais importante de toda essa discussão é a pessoa estar tranquila e confortável em relação a essa escolha de fazer ou não sexo antes do casamento , desde que isso não levante um tom negativo ou pejorativo, desde que não seja um peso em suas vida.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Revista “Sports Illustrated” traz pela primeira vez modelo com vitiligo

Publicado

por

A edição anual de biquíni da revista norte-americana “Sport Isllustraded”, a “Swimsuit Issue”, derruba padrões em 2019. Isso porque a publicação, pela primeira vez, dá destaque para uma modelo com  vitiligo em suas páginas. 


Winnie Harlow, modelo de sucesso que tem vitiligo desde a infância, aparece estonteante no ensaio para a Sports Illustraded
Reprodução/Instagram/@si_swimsuit

Winnie Harlow, modelo de sucesso que tem vitiligo desde a infância, aparece estonteante no ensaio para a Sports Illustraded

A escolhida para a edição desse ano é a modelo canadense Winnie Harlow, que viu os primeiros sinais do vitiligo , condição de pele que provoca manchas sem pigmentação pelo corpo, ainda na infância. Winnie já mostrou que está acima de qualquer preconceito ou padrão e vem arrasando nos últimos anos em campanhas e  desfiles para marcas famosas como Marc Jabocs, Desigual, Moschino, Diesel, Nike e muitas outras. 

Mesmo com a fama, a modelo se mostrou bastante emocionada ao saber que posaria para a revista norte-americana. Em um vídeo publicado no Instagram da publicação, Winnie chora ao agradecer o convite. “Obrigada a todos na SI (Swimsuit Issue). Estou muito empolgada! Mal posso esperar [pelas fotos]”, diz a top model. 

Bastidores e fotos da modelo com vitiligo 


Modelo com vitiligo exibe as curvas e se diverte nos bastidores de ensaio para revista
Reprodução/Instagram/@sportsillustrated

Modelo com vitiligo exibe as curvas e se diverte nos bastidores de ensaio para revista


As fotos de Winnie já foram feitas e o cenário escolhido foi uma praia na Bahamas. A revista mostrou detalhes do ensaio e dos basitidores em mais vídeos na rede social. Veja um deles abaixo: 

Leia mais:  5restaurantes para conhecer em Chicago

Por essa prévia podemos esperar fotos lindas e sensuais, como já é a marca da edição especial da Sports Illustraded. Nas imagens divulgadas, Winnie aparece usando biquíni e também apenas uma espécie de vestido de correntes douradas, sem nada por baixo. 


Revista segue quebrando padrões


Modelo com vitiligo não foi a primeira a quebrar padrões. Em 2016, Ashley Graham foi a primeira plus size na capa da revista
Reprodução/Sports Illustrated

Modelo com vitiligo não foi a primeira a quebrar padrões. Em 2016, Ashley Graham foi a primeira plus size na capa da revista

Não é a primeira vez que a revista norte-americana busca diversidade e quebrar padrões em suas páginas. Em 2015, por exemplo, quem estampou um ensaio foi a não tão conhecida naquele momento Ashley Graham , hoje renomada modelo plus size. 

O sucesso das fotos de Ashley foi tanto que, no ano seguinte, ela foi uma das capas da revista. Naquele ano a edição de biquíni contou com três capas: a modelo plus size, a lutadora Ronda Rousey e a também modelo Hailey Clauson. 

Em breve a edição com Winnie, a top que exibe de forma exuberante as marcas do vitiligo , estará disponível. Geralmente a revista é lançada em janeiro, mas este ano os editores optaram por publicá-la em meados de maio. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana