conecte-se conosco


Mato Grosso

Bebê cai de escorregador de creche e sofre traumatismo craniano em MT

Publicado

Um bebê de apenas 1 ano e 3 meses teria caído de um escorregador e batido a cabeça no chão, em um hotelzinho infantil no município de Campo Verde.

Com o diagnóstico de traumatismo craniano, ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do Hospital Santa Casa em Rondonópolis, desde o último dia 10 de janeiro. Segundo relato da tia do menino, Ariades Oliveira, na tarde deste domingo (19), por meio do Facebook, o acidente ocorreu nas dependências do Hotelzinho Chapeuzinho Vermelho.  A mulher acusa o local por descaso e omissão de socorro. Benjamim Miguel Rodrigues de Oliveira foi encontrado desacordado no brinquedo e com sangramento no ouvido.

“Até o momento não tínhamos nos pronunciado devido estarmos muito abalados com tudo que está acontecendo, porém necessitamos levar a público as informações devido ao descaso da direção da escola quanto ao caso”, escreveu Ariades. A publicação tinha mais de 270 compartilhamentos até o fechamento desta matéria.

Conforme o relato, familiares da vítima teriam sido informados por uma responsável do hotelzinho identificada apenas como Silma, no entanto, ela afirma que não estava no local no momento do acidente.

“Ela [Silma] nos disse que as demais monitoras que se encontravam no local onde o Benjamim foi encontrado desacordado com sangramento no ouvido, disseram não saber o que aconteceu, por que uma monitora tinha ido para dentro do hotelzinho levar uma das crianças e deixou o Benjamim sozinho no quintal! (Um grande absurdo)”, comentou.

“Silma supõe que ele [Benjamim] deve ter caído do escorregador e batido a cabeça (parte da nuca), porém o Benjamim também se encontrava com hematomas na face, onde fica muito difícil aceitar essa suposição! (Na verdade não existe essa possibilidade pelo tamanho da fratura que o mesmo teve) mentiras, mentiras e mais mentiras”, compartilhou.

Ariades relata que o menino teria sido socorrido com ajuda de um motociclista que passava pela rua e por uma vizinha do hotelzinho. “Quem socorreu disse que já tinha um tempo que o Benjamim estava sangrando até a mesma [Silma] chegar, porque havia sangue seco no local. Por volta das 15h00, foi socorrido o Benjamin e só comunicaram aos pais exatamente às 15h44, sendo a comunicação feita por uma menina de menor. E por negligência na prestação de socorro do hotelzinho, para com o Benjamim, ele se encontra na UTI em estado grave”, ressalta.

Benjamim foi diagnosticado com traumatismo craniano e sofreu duas paradas cardiorrespiratória. Além de já ter recebido transfusões de sangue devido a duas hemorragias, sendo uma interna.

“Queremos apenas a verdade, pois é uma vida e pessoas [direção do hotelzinho] mentido e não teve consideração para prestar socorro corretamente a uma criança, que além de tudo estava recebendo para cuidar dele. Peço a todos que continuem orando pelo Benjamim, pois o mesmo está vivo por um milagre”.

Outro lado

Procurado pela reportagem, o hotelzinho preferiu não se manifestar sobre o caso até que o Benjamim receba alta do hospital.

Fonte:HNP

Comentários Facebook

Mato Grosso

Seduc vai entregar kits para reforçar escolas indígenas estaduais

Publicado

por

As 71 escolas indígenas da rede estadual de ensino serão contempladas com um “kit utensílio” com 27 itens para a cozinha das unidades escolares, passando por materiais para os alunos E para o imóvel. Serão 99 kits que atenderão também as salas anexas das escolas indígenas. O anúncio foi feito durante o Encontro de Diretores das Escolas Estaduais Indígenas, realizado no Hotel Fazenda em Cuiabá, pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Segundo o secretário Adjunto Executivo Alan Porto, a aquisição está na fase de formação de preços na Superintendência de Aquisições (Suaq) da Seduc e o prazo para a entrega, sem intercorrências, é de 100 dias.

“Esse prazo de 100 dias se encerra no início de junho. É o tempo de estar chegando nas escolas indígenas. E se a escola tiver salas anexas, vai receber mais de um kit”, destaca.

Além do kit, Alan Porto anunciou o repasse do recurso complementar de cerca de R$ 6.100 para cada escola. Esse montante não impede a unidade escolar solicitar também a verba emergencial.

“Apesar de nossas escolas indígenas serem um desafio de logística, vamos entregar no prazo. Para chegar em algumas unidades escolares, além do asfalto, utilizamos estrada de chão e também navegação fluvial”, assinala.

O anúncio foi bem recebido pelos diretores. É o caso do diretor Nilson do Carmo Kayabi, da EEI Juporijup, no município de Juara (a 709 quilômetros a médio-norte da Capital), que ficou satisfeito ao saber que está na lista dos contemplados.

“Esse kit será de suma importância para nossa escola, pois teremos um atendimento melhor para nossos alunos. Agora já temos onde servir a alimentação escolar”, comemora.

O assessor pedagógico Vanderlei Carvalho, do município de Juara (a 709 quilômetros a médio-norte da Capital) acredita que os kits vão refletir no trabalho dos professores e no aprendizado dos alunos. “A alimentação escolar flui para o aprendizado. Com os kits, o resultado será o melhor possível”, frisa.

Vanderlei lembra que as escolas colocam esse material no plano de ação, mas nunca chegam às escolas. “Com a garantia da entrega, vai dar uma alavancada no trabalho, desde o administrativo ao pedagógico, um reforço no aprendizado”, explica.

Kit completo

Para o kit utensílio, as escolas indígenas receberão bacia, caldeirão, canecões, assadeiras, canecas, panelas, colheres entre outros.

Dentro desse kit, haverá também conjuntos da alimentação escolar para os alunos: garfo, cumbuca e caneca, todos em polipropileno. Algumas escolas receberão também bebedouro e ventiladores.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mais de 15 mil pessoas são atendidas pelo projeto ‘Bairro Integrado’

Publicado

por

Em nove edições do projeto “Bairro Integrado”, realizadas em 2019 nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande e Sinop, mais de 15 mil pessoas foram atendidas com prestação de serviços gratuitos, palestras educativas e entretenimento. Promovida pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária, e demais parceiros, a ação contempla crianças e adolescentes da rede pública de ensino regular de Mato Grosso.

Ainda no período de janeiro a dezembro, mais de 1.400 atendimentos foram feitos em prol da população. Dentre os serviços prestados estão: atendimento com a Defensoria Pública (230), Assistência Social e Cidadania (381), orientação jurídica (08), Boletins de Ocorrência (42), confecção de Cadastro de Pessoa Física (87), segunda via de documentos – nascimento, casamento e óbito (72), confecção de Registro Geral (100), atendimentos diversos na área de saúde (210) e fisioterapia (93) e de corte de cabelo (131).

Em 2020, a primeira edição do projeto será realizada em maio, no município de Mirassol D’Oeste (295 km ao Oeste de Cuiabá). Além dos serviços, os profissionais da segurança pública realizam palestras sobre cidadania, prevenção às drogas, bullying, educação no trânsito e meio ambiente. Aos estudantes também estão disponíveis estandes com exposições de equipamentos de uso da polícia.

O coordenador da Polícia Comunitária, tenente-coronel PM Sebastião Carlos Rodrigues da Silva, destaca que neste ano o projeto será ampliado. “Nosso trabalho está focado na prestação de serviço para a população, mas também queremos discutir a segurança pública com as lideranças dos Consegs (Conselhos Comunitários de Segurança Pública). Este fortalecimento vai permitir ainda mais avanços para o projeto”, ressalta.

Além das forças de segurança – Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Politec, Detran, Gefron e Ciopaer – outros órgãos e secretarias também são parceiros, a exemplo da Secretaria de Trabalho Assistência Social e Cidadania (Setasc), Defensoria Pública, Assembleia Legislativa (ALMT) e Secretaria Municipal de Saúde.

Dentre as unidades de educação que já receberam o projeto “Bairro Integrado” estão as escolas estaduais Mário de Castro (Pedra 90), Malik Didier (Pedra 90), Ana Maria do Couto (CPA II), Nadir de Oliveira (Várzea Grande), Leovergildo de Melo (CPA III), 09 de Julho (Água Boa), Armando Dias (Sinop), Dejani Ribeiro (Jardim Vitória) e Ubaldo Monteiro da Silva (Várzea Grande).

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana