conecte-se conosco


Entretenimento

“BBB 19” ganha protagonismo das redes sociais, que tentam emplacar polêmicas

Publicado

Diego, Isabella e Alan compõe o quarto paredão – o terceiro formal – do “BBB 19”. Escolhido pela casa, pesa contra Alan o fato de ser a maior planta do momento em uma edição notabilizada por plantas. O politicamente incorreto Diego, por seu turno, canaliza o ódio das redes sociais. Este paredão deve se decidir entre eles.


Leia também: Os ratos de redes sociais estão deixando o “BBB” mais chato?


Diego  está emparedado no
Reprodução/Globo
Diego está emparedado no “BBB 19”

Há, ainda, Isabella. Ela foi apontada pela colíder Elana – Diego foi voto de Danrley -, e ficou espumando de raiva. O santo das duas não bate e, a despeito de Maycon estar mais sujo do que banheiro público, elas assumiram essa rivalidade que começou no “BBB 19”
com a afeição do vendedor de queijos mineiro. 

Essa é a história de um paredão que não suscita paixões, tampouco empreende boas ou ruins perspectivas para o futuro do jogo. No limiar, a saída de Diego seria mais uma pá de cal no túmulo do programa que patina em fornecer elementos para bombar na audiência.

Se na TV não há muito pelo que ansear, nas redes sociais é outra realidade. A antipatia das redes pelo denominado grupo Vila Mix está patente e cada vez mais inflada. É o ranço por Diego, que no último fim de semana proferiu mais uma declaração polêmica percebida como homofóbica
, que movimenta esse paredão. Essa realidade ratifica as redes sociais como personagem ativo do programa. 

Leia mais:  Mulher de Faustão usa vestido que casou para celebrar união: “ainda serve”

O que há de mais interessante no “BBB” hoje, para aludir o bem-sucedido quadro do “Fantástico”, a Globo não mostra. A reação cada vez mais virulenta das redes sociais às falas de Diego, Paula, Hariany , Tereza e Maycon
está provocando textões, mutirões e até mesmo pautas sociais na internet. Mas nada disso faz, a priori, parte do jogo. 


Os emparedados Diego, Alan e Isabella no BBB 19
Montagem/Reprodução
Os emparedados Diego, Alan e Isabella no BBB 19

A própria questão dos posicionamentos políticos dentro da casa, e da percepção a eles fora, chegou a ser objeto de chacota da edição do programa na última terça-feira (5), em que Hana foi eliminada. Desde então, Mr. Edição tem mostrado mais os momentos controversos dos participantes que, a rigor, são os que mais compreendem o que é o “BBB” em essência.

Leia também: “Guerra Fria” narra flagelo de história de amor com ascensão comunista de fundo

Os efeitos práticos dessa guinada, derivada menos das demandas histéricas das redes e mais da necessidade de oxigenar uma narrativa que teima em ficar empacada, ainda estão em suspensão. A resolução desse paredão
pode ser a primeira pista. De certo, o fato de que as redes sociais preenchem um vácuo deixado pelos próprios participantes no “BBB 19”
.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Episódio de “Game of Thrones” vaza antes da hora na Alemanha

Publicado

por

O segundo capítulo da temporada final da série “Game of Thrones” vai ao ar hoje (21) à noite na HBO. No entanto, segundo relatos de fãs no Twitter, o episódio foi divulgado antes da hora na Alemanha.


Leia também: Ator de “Game of Thrones” deixa escapar possível spoiler sobre o Rei da Noite


game of thrones
Divulgação
Segundo episódio da oitava e última temporada de “Game of Thrones” foi divulgado antes da hora na Alemanha

O episódio de “ Game of Thrones
” foi divulgado em contas da Amazon Prime Video da Alemanha. Após o vazamento, fãs da série estão comentando o capítulo nas redes sociais, contando spoilers e divulgando links para download antes da exibição na HBO.

Até o momento, representantes da HBO
e da Amazon Prime Video não se manifestação a respeito do vazamento e não se sabe o motivo da divulgação antes da hora. Porém, fãs confirmam que o episódio foi de fato vazado.

Leia também: Criador de “Game of Thrones” é hospitalizado após brincadeira com Jason Momoa

Este não é o primeiro vazamento da última temporada da série
. Na semana passada, o primeiro episódio já estava disponível na DirecTV quatro horas antes do lançamento oficial.

O segundo episódio da oitava e última temporada de “ Game of Thrones
” será transmitido hoje, domingo, pela HBO às 22h.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Leia mais:  Após perdoar Nego do Borel, Luisa Marilac não descarta processar cantor
Continue lendo

Entretenimento

Sunday Service: a “missa de Páscoa” de Kanye West no Coachella

Publicado

por

O mistério que intrigava os fãs de Kanye West desde o início do ano, quando Kim Kardashian começou a postar vídeos de uma espécie de pregação musical que o polêmico e talentoso rapper promovia na mansão do casal, chegou ao fim neste domingo com a apresentação de Sunday Service.


Leia também: Incêndio no Coachella assusta público, mas festival não é interrompido


Kanye West em Sunday Service
Reprodução/Instagram/@kentnish
O tão esperado Sunday Service foi o espetáculo do rapper Kanye West no festival de música Coachella

O espetáculo Sunday Service
teve sua primeira apresentação pública na manhã de Páscoa numa colina na área de camping do festival Coachella , com transmissão mundial ao vivo pelo YouTube — muito comentada, aliás, pelo uso de uma espécie de câmera olho de peixe, em que o espectador parecia estar assistindo pelo buraco da fechadura.

Desde às 9h (no horário local, 13h em Brasília), as redes sociais ficaram tomadas de mensagens ansiosas e intrigadas. Aos poucos, os muitos músicos e cantores do coral que acompanham Kanye na empreitada religiosa — no Brasil, comparada à “fase racional” de Tim Maia — marchavam em formação para a tal colina, numa espécie de ritual, com vestes em que se liam mensagens como “Espírito Santo” (vendidas a módicos U$ 225 dólares na loja do festival).

Detalhes do Sunday Service


Kanye West em Sunday Service
Reprodução/Twitter
O espetáculo do rapper no Coachella 2019 durou cerca de duas horas e foi uma espécie de “pregação”

A apresentação em si só foi começar com quase meia hora de atraso, com longas e imersivas jams instrumentais do ótimo grupo — predominantemente negro — que Kanye arrebanhou, interpretando canções de Kool & The Gang (“Summer madness”), Stevie Wonder (“Do I do”) e The Gap Band (“Outstanding”) com clima jazzy, centradas no piano, na percussão e nos sopros.

Leia mais:  Luisa Mell se envolve em polêmicas por Brumadinho; entenda

Na prática, Kanye & companhia promoveram uma grande pregação musical, com uma série de discursos e manifestações religiosas, baseada nas tantas canções com referências gospel que lançou em sua carreira — “Father strecht my hands pt. 1”, “Jesus walks” — e fazendo “versões para igreja” de outras, como “Fade”, “Power”, “All falls down” e “Otis.

Por diversas vezes, como nas sequências “Ha ya” e “Lift him up” e “Follow me” e “Fade”, a entrada de synths e samples dava ao culto orgânico tons de house music e eletrônica — afinal, por que não? É uma missa pós-moderna.

Kanye aproveitou para apresentar duas músicas novas, “We have everything we need” e “Water”, que devem fazer parte do disco resultante (“Yandhi”?) dessa fase ainda mais espiritural do rapper que já tinha lançado, em 2013, o álbum “Yeezus”.

O repertório de cerca de duas horas também contou com hinos gospel, como “Brighter day” (Kirk Franklin), “This is the day” (Fred Hammond) e “Oh Lord, how excellent” (Richard Smallwood), além de versões de “As” (Stevie Wonder) e “Back to life” (Soul II Soul).

Leia também: Beyoncé lança álbum e documentário sobre apresentação no Coachella 2018

Para os descrentes que achavam que o tal “Sunday Service” seria mais uma egotrip de um artista conhecida pela egolatria, Kanye provou que o conceito está muito mais para comunhão do que para o umbigo. Com seu cabelo pintado de roxo, ele quase não cantou, dando espaço para parceiros como a cantora Teyana Taylor (“Never would have made it”) e Chance the Rapper (“Ultralight beam”) brilharem.

Leia mais:  Viviane Araújo expõecorpo definido e se prepara para o Carnaval 2019

A função de Kanye era muito mais a de uma espécie de mestre de cerimônia, ajudando a reger a banda e o coral, e incentivando a vibração dos músicos, que por vezes se infiltraram no meio do público. Kanye chegou a visivelmente se emocionar na apresentação, que contou ainda com a presença de  Kim Kardashian
e da pequena North West, de cinco anos.

Mesmo não sendo headliner (boatos dão conta de que o festival não conseguiu bancar a produção megalomaníaca pedida pelo artista), Kanye West
causou o grande rebuliço do Coachella 2019
, com sua missa/ritual pascal “Sunday Service” e a participação surpresa, na véspera, do show do parceiro Kid Cudi, com quem lançou o disco “Kids see ghosts” no ano passado.

Em tempos em que religião e juventude parecem se afastar cada dia mais, Kanye conseguiu por duas horas fazer os jovens do pagão Coachella (e tantos outros que assistiam em casa) ouvirem e cantarem a palavra em Sunday Service
. Não é pouco.

Fonte: IG Gente
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana