conecte-se conosco


Barra do Bugres

Batalhão Ambiental apreende 155 quilos de pescado avaliado em R$18 mil em Barra do Bugres

Publicado

Equipes do Batalhão de Proteção Ambiental apreenderam nesta quinta-feira (13), 234 quilos de pescado das espécies jaú e cachara em Poxoréu e Barra do Bugres.

Quatro homens foram conduzidos à delegacia por crime ambiental. Em Poxoréu, conforme o boletim de ocorrência, agentes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) denunciaram que pescadores estariam praticando pesca predatória, na região conhecida como ‘Água Emendadas’, no distrito de Jarudore.

Foram montadas duas barreiras na região. Em uma delas, um veículo Fiat Strada branco, com cinco homens recebeu ordem de parada, mas não obedeceu. Foi iniciado o acompanhamento pela MT-130, quando dois homens que estavam na carroceria do veículo, pularam e fugiram por uma região de mata fechada. Ainda em alta velocidade, já próximo da cidade de Poxoréu o motorista parou no acostamento.

Dentro do veículo estavam 31 quilos de pintado e 48 quilos de jaú, e várias peças fora da medida mínima exigida por lei, além de uma rede de arrasto de 25 metros, caracterizando crime ambiental.

Já em Barra do Bugres, os policiais estavam em ronda quando solicitaram ordem de parada ao motorista que conduzia um Gol. Dentro do carro estavam 34 peixes da espécie cachara, totalizando 155 quilos. Consta no boletim de ocorrência, que o valor do pescado seria cerca de R$ 18 mil. Nas duas ocorrências, o pescado foi doado a uma instituição, conforme recibo entregue nas delegacias das cidades. A rede de arrasto foi descaracterizada.

Comentários Facebook

Barra do Bugres

Barra do Bugres e Nortelândia estão entre os 36 municípios com alta incidência de tuberculose em MT

Publicado

Nesta terça-feira (24.), é celebrado o Dia Mundial de Combate à Tuberculose e, com objetivo de fazer um alerta aos municípios, a Secretaria de Estado de Saúde, por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde, traz dados registrados em 2019

No ano passado, 36 municípios de Mato Grosso registram alta incidência de pessoas com tuberculose, sendo que há o risco de a população adoecer em 30 dessas cidades. “Esses municípios devem realizar busca ativa de casos e avaliação dos contatos dos casos de Tuberculose. Planejamento e estratégias devem ser realizados para adesão ao tratamento, que tem duração de seis meses, chegando à cura e a quebra da cadeia de transmissão da doença”, orienta a técnica responsável pela temática na Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica do órgão estadual, Lúcia da Costa Barros Dias.

Mato Grosso atualmente encontra-se em 13º lugar entre os Estados em número de casos novos da doença, com uma incidência de 40,4 /100.000 habitantes. A capital Cuiabá ocupa o 10º lugar entre as capitais.

No ano de 2019, a SES-MT diagnosticou 1.392 casos novos de Tuberculose de todas as formas, sendo que o percentual de cura dos casos novos com confirmação laboratorial foi de 61,9%, o percentual de abandono de tratamento de casos novos com confirmação laboratorial foi de 8,1%, o percentual de Tratamento Diretamente Observado realizado entre os casos novos confirmados laboratorialmente foi de 26,8, o percentual de realização de exames de cultura de escarro nos casos pulmonares foi de 19,6, o percentual de contatos examinados de casos novos confirmados laboratorialmente foi de 53,4% e o percentual de teste do HIV em casos novos de Tuberculose de 67,5.

Os indicadores pactuados nas três esferas de governo

De acordo com indicadores pactuados em 2019, Mato Grosso deveria obter 75% de cura dos casos novos de Tuberculose pulmonar com confirmação laboratorial; Realizar HIV em todos os casos novos de Tuberculose – onde o pactuado em 2019 era de 100% e o estado não atingiu a meta pactuada que foi de 67,5%; examinar todos os contatos dos casos novos de tuberculose com confirmação laboratorial – sendo que o pactuado era de 80% e o estado não atingiu a meta do indicador, examinando apenas 53,4%.

Esses são os principais indicadores da Tuberculose que estão abaixo da média do Brasil, e demonstra que os dados não estão sendo informados ou realmente não estão sendo realizados pelas equipes de atenção básica à saúde, alerta a equipe técnica da SES-MT.

O que é tuberculose

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível de homem para homem através da tosse, espirro das pessoas com tuberculose ativa (pulmonar ou laríngea), que lançam partículas em formas de aerossóis que contém bacilos. A Tuberculose é uma doença que pode ser prevenida e curada, mas ainda prevalece em condições de pobreza e contribui para perpetuação da desigualdade social.

No Brasil, a doença é um sério problema da saúde pública, com profundas raízes sociais. A cada ano são notificados aproximadamente 72 mil casos novos no país e ocorre cerca de 4,5 mil mortes em decorrência da tuberculose. O Brasil ocupa a 20ª posição na lista dos 30 países prioritários para TB e a 19ª posição na lista dos 30 países prioritários para TB-HIV, atualmente com uma incidência de 36,6/100.000 habitantes.

Relação dos 36 municípios do estado com maior incidência nacional, em 2019 

Campinápolis

São Pedro da Cipa

Figueirópolis d’Oeste

Cuiabá

Rio Branco

Novo Horizonte do Norte

Poconé

General Carneiro

Vera

Glória d’Oeste

Nobres

Guarantã do Norte

Barra do Garças

Barra do Bugres

Várzea Grande

Santo Antônio do Leste

Itaúba

Ribeirão Cascalheira

Nortelândia

Lambari d’Oeste

Bom Jesus do Araguaia

Chapada dos Guimarães

Nossa Senhora do Livramento

Paranaíta

Santa Carmem

Comodoro

Peixoto de Azevedo

Araputanga

Paranatinga

Apiacás

Pontes e Lacerda

Curvelândia

Vila Bela da Santíssima Trindade

Cáceres

Alta Floresta

Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres

Dupla é detida em flagrante com entorpecente em Barra do Bugres

Publicado

A Polícia Militar prendeu dois homens em flagrante por tráfico de drogas, na noite desta segunda-feira (16) na área central de Barra do Bugres.

Com a dupla, foi apreendido um tablete de maconha, peças menores e porções da mesma droga, além de dinheiro e uma balança. Após recebida várias denúncias apontando que um homem vendia droga junto com alunos de uma universidade. A informação acrescentava que outro suspeito em um veículo Fiat Pálio azul, de Denise estaria na cidade para comprar entorpecente.

Devido a denúncia, os policiais monitoravam o imóvel quando viram uma grande movimentação de usuários de droga, além do homem no mesmo veículo da denúncia. Ele chegou e, logo depois, saiu. Foi solicitado apoio de outra equipe para realizar a abordagem do suspeito no veículo.

Com o homem foram apreendidas 210 gramas de maconha. O suspeito disse que toda semana vem à cidade comprar droga para revender. Ele acrescentou que a porção apreendida valeria no mercado cerca de R$ 2.6 mil.

A equipe que ficou monitorando o imóvel decidiu entrar e realizar a abordagem no homem denunciado. No momento que os policiais entraram na casa, viram ele embalando a droga para venda. O suspeito tentou correr, mas foi contido.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana