conecte-se conosco


Economia

Avianca Brasil é suspensa de associação global de aéreas por inadimplência

Publicado


Avião da Avianca
Divulgação/Avianca Brasil
Avianca Brasil foi suspensa da Iaca, associação global de empresas aéreas, por conta da inadimplência

A Iata, associação internacional das companhias aéreas, suspendeu a Avianca Brasil do chamado BSP (Bank Settlement Plan, em inglês), uma espécie de câmara de liquidação de pagamentos entre companhias aéreas em todo o mundo. Trata-se de mais uma turbulência enfrentada pela empresa, que passa por processo de recuperação judicial desde dezembro de 2018 e tem futuro indefinido.

Leia também: Embraer pretende concluir parceria com a Boeing até o fim do ano

Na prática, a medida da associação impede a empresa de vender passagens de outras aéreas para destinos onde não opera. Com isso, é inviabilizada a venda de pacotes aéreos misturando voos da Avianca
Brasil e de outras companhias aéreas, sendo estas brasileiras ou estrangeiras.

A suspensão da  Iata
exclui, ainda, os voos da Avianca Brasil
dos sistemas de venda de passagens aéreas de companhias aéreas parceiras. É o que permite o chamado compartilhamento de voos (ou code sharing, no jargão do setor). Ou seja, as rotas operadas pela Avianca não serão mais exibidas aos passageiros em busca de opções na hora de viajar.

Em comunicado, a associação justifica a medida após a “não liquidação de valores pendentes” da Avianca Brasil com demais companhias aéreas. O valor dos débitos, contudo, não foi especificado. De acordo com a nota da Iata, o BSP opera em 180 países e territórios. O sistema atende a mais de 370 companhias aéreas participantes. Em 2017, foram processados US$ 236,3 bilhões (aproximadamente R$ 1 trilhão).

Leia mais:  Bolsa tem a maior alta diária em dois meses e dólar volta a cair

Leia também: Justiça dá 48h para Avianca avaliar nova proposta da Azul

Para um ex-funcionário da Avianca Brasil, ouvido sob sigilo pelo jornal O Globo
, trata-se de uma decisão “muito grave” para a companhia aérea, já que a suspensão pela Iata causa muita perda de credibilidade entre as pares e normalmente leva à expulsão também das alianças globais de companhias aéreas criadas para compartilhar passageiros e infraestrutura ao redor do planeta. A Avianca
Brasil faz parte de uma delas, a Star Alliance, desde 2010. Na visão desse ex-funcionário, as demais integrantes da Star Alliance, com a americana United, devem forçar a saída da empresa brasileira da aliança.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
publicidade

BemRural

Produtores defendem aprovação das reformas Tributária e da Previdência

Publicado

Produtores rurais de várias partes do país foram à Brasília na última quinta-feira (16)para participar de ato em apoio às reformas tributária e da Previdência e ao pacote anticorrupção.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Sicredi e Mauricio de Sousa Produções lançam desenhos animados sobre educação financeira

Publicado

Personagens da Turma da Mônica falam sobre planejamento financeiro e controle de gastos de uma forma leve e divertida, com o objetivo de ensinar sobre a importância da educação financeira. Com esse foco, o Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 4 milhões de associados – lança, em parceria com a Mauricio de Sousa Produções (MSP), três desenhos animados (cada episódio tem um minuto e meio) que trazem como tema central questões como: de onde vem o dinheiro, orçamento familiar e a recompensa de quem sabe administrar os gastos.

Para Mauricio de Sousa, o projeto é mais uma forma de a Turma da Mônica colaborar com a discussão de temas importantes para a sociedade.

Os temas dos três desenhos animados têm como base as primeiras revistas em quadrinhos da Turma da Mônica sobre educação financeira, lançadas pelo Sicredi e pela MSP em 2018. Em 2019, outras três edições também serão lançadas pelo Sicredi, que baseou o conteúdo dos materiais no Caderno de Educação Financeira e Gestão de Finanças Pessoais do Banco Central do Brasil.

Os desenhos animados podem ser vistos no canal oficial do Sicredi no YouTube

A iniciativa integra uma série de ações realizadas pela instituição financeira cooperativa durante a Semana Nacional da Educação Financeira, promovida anualmente pelo Comitê Nacional de Educação Financeira (CONEF), que este ano acontece de 20 a 26 de maio.

O presidente da SicrediPar e da Central Sicredi PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock, ressalta que iniciativas como esta são importantes porque ajudam a mudar hábitos de consumo. “É necessário que as crianças estejam desde cedo familiarizadas com conceitos como poupança, valor do dinheiro e orçamento doméstico. Uma criança que entende as relações de consumo e a importância do hábito de poupar terá mais chances de evitar dívidas no futuro. E nada melhor que falar sobre esse tema com a ajuda de personagens tão queridos dos brasileiros, como os da Turma da Mônica”, analisa.

Leia mais:  Juízes se manifestam contra novo cálculo para indenizações por danos morais

Para Mauricio de Sousa, o projeto é mais uma forma de a Turma da Mônica colaborar com a discussão de temas importantes para a sociedade. “As soluções para o crescimento do País passam justamente pelas boas informações por intermédio da educação. Crianças e jovens precisam saber desde cedo como resolverem problemas que seus pais já enfrentam e que eles enfrentarão por toda a vida. Os quadrinhos e as animações que desenvolvemos junto ao Sicredi ajudam para que essas informações cheguem corretas e diretas para todos”, afirma.

Os desenhos animados podem ser vistos no canal oficial do Sicredi no YouTube. Além disso, os filmes também serão utilizados em apresentações sobre educação financeira em eventos e oficinas promovidas pelo Sicredi nas comunidades onde atua em todo Brasil.

O Sicredi também lança a quarta edição da revista em quadrinhos especial da Turma da Mônica sobre educação financeira. O material estará disponível nas agências do Sicredi em todo o país. Até agora foram distribuídas mais de 2,1 milhões de revistas em quadrinhos, impactando milhares de crianças e suas famílias.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana