conecte-se conosco


Polícia

Autor de roubo e homicídios tem prisão cumprida em operação da Polícia Civil na Capital

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Três ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos, nesta terça-feira (10.09), Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e apoio da Delegacia de Primavera do Leste e Grupo de Operações Especiais (GOE).

A operação denominada “Cifrão Azul” tinha como alvo Wanderson Delmon Rego, 24, conhecido como “Gordinho”. O suspeito foi identificado nas investigações da DHPP como um dos autores do homicídio que vitimou, Ricardo dos Anjos Sobral, ocorrido no ano de 2018, além de ter a atuação identificada em roubos e em outros dois homicídios.

Segundo apurado, a vítima foi levada para uma boca de fumo na região do bairro Pedra 90, ocasião em que foi agredido fisicamente e posteriormente assassinado com disparos de arma de fogo.

Durante o trabalho investigativo, coordenado pela delegada Eliane Moraes, foi descoberto que o suspeito possuía um mandado de prisão em aberto pela comarca de Anchieta, Estado do Espírito Santo (ES), por roubo a uma agência dos Correios.

Além da ordem de prisão, o investigado também possía dois mandados por outros dois homicídios, ocorridos no interior do Estado, nas cidades de Poxoréu e Primavera do Leste. Com base nos levantamentos, os investigadores conseguiram localizar o paradeiro do suspeito que estava residindo na região do Pedra 90, em Cuiabá.

A casa do investigado possuía muros altos e oito câmeras de segurança. No interior da residência, havia uma piscina com azulejos formando um Cifrão, demonstrando seu envolvimento com o crime, e o que também inspirou o nome da operação.

 

Comentários Facebook

Polícia

Polícia Civil cumpre prisão de empresário por violência doméstica

Publicado

por


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Mais um homem suspeito de violência doméstica teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (03.07), em ação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).

O suspeito, de 36 anos, é empresário do ramo de comércio de automóveis e teve a ordem de prisão decretada por descumprimento de medida protetiva.

O empresário já era investigado por violência doméstica contra a ex-esposa e continuava a procurar a vítima tendo registros por ameaça, injúria e lesão corporal. Diante dos fatos, a ordem de prisõo contra o suspeito foi expedida em janeiro de 2019.

Nesta sexta-feira (03), os policiais da DEDM de Rondonópolis realizaram diligências, conseguindo dar cumprimento ao mandado de prisão contra o suspeito, que foi localizado na residência dos seus pais, no bairro Jardim Vera Cruz.

Após ter o mandado de prisão cumprido, o suspeito foi encaminhado à Delegacia da Mulher de Rondonópolis para as providências de praxe.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Suspeitos de latrocínio de empresária morrem em confronto com a PM no interior

Publicado

por


.

No distrito de Brianorte (470 km de Cuiabá), durante operação de buscas em uma área de mata, dois suspeitos, de 18 e 21 anos, um deles apontado como autor do latrocínio da empresária Maria Deusalina Freire Carvalho, ocorrido em São José do Rio Claro (a 313 km de Cuiabá), foram a óbito em confronto com policiais militares.

Antes desse desfecho, os dois suspeitos já haviam entrado em confronto com equipes da PM. Na manhã dessa quinta-feira (02.07), também em Brianorte, reagiram a uma tentativa de abordagem atirando na direção dos policiais do núcleo local da PM e conseguiram fugir, se refugiando em uma área de mata.

No final da tarde do mesmo dia, já com reforço de policiais da Cavalaria e Força Tática de Nova Mutum, Ciopaer e equipe da Rotam, a operação de buscas aos suspeitos prosseguiu e na tarde de hoje culminou com o outro confronto  em uma nova tentativa de abordagem e prisão, dessa vez com policiais da Cavalaria.  

Um dos suspeitos, o de 18 anos, é apontado como autor da morte da empresária Maria Deusalina Freire Carvalho (34), crime ocorrido na noite do dia 23 de junho deste ano, na cidade de São José do Rio Claro, na mesma região. Os suspeitos chegam ao local em uma motocicleta e um deles foi até o balcão do comércio, uma casa de espetinho, e atirou em Deusalina enquanto ela o atendia.

De acordo com o comandante da Companhia de Polícia Militar de São José do Rio Claro, tenente-coronel Cristyano Vasconcelos, desde a morte da comerciante a PM vinha fazendo buscas na região com o objetivo de prender os suspeitos.

No sábado (27.06), diz TC Cristyano, o suspeito apontado como autor chegou a ser visto em Brianorte, porém a PM só tomou conhecimento na segunda-feira(29.06), quando montou uma operação de buscas com o objetivo de captura-los. Ele já estava com prisão preventiva decretada pelo latrocínio. A PM ainda não dispõe de informações sobre se há participação ou não do segundo suspeito no latrocínio da empresaria. Com eles foram apreendidas duas armas de fogo, um 38 e um 32.

Por se tratar de morte por intervenção de agentes de segurança, a Corregedoria da PM está sendo informada dessa ocorrência para a atuação policial possa ser apurada, como exige a legislação.  

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana