conecte-se conosco


Carros e Motos

Audi RS7 Sportback é mostrado com motor V8 de 600 cv

Publicado

Audi RS7 Sportback arrow-options
Divulgação

Audi RS7 Sportback estreia com visual agressivo e grandes rodas aro 22. Confira a galeria abaixo

A Audi acaba de renovar o esportivo RS7 Sportback. O modelo apareceu ao lado da perua RS6 Avant na noite de prévia do Grupo Volkswagen para o Salão de Frankfurt (Alemanha), e alguns Youtubers ainda tiveram a oportunidade de acelerar o modelo nas ruas.

LEIA MAIS: Confirmado no Brasil, Land Rover Defender é mostrado em Frankfurt

Destaque para a grade frontal em formato de colméia com entradas de ar bem demarcadas no lugar dos faróis de neblina. Sua silhueta continua com vincos e vendas, as grandes rodas aro 21 de cinco raios (aro 22 é opcional) com acabamento diamantado e saia lateral. Na traseira do Audi RS7, temos o para-choque protuberante com acabamento escurecido e duas saídas de escape com formato oval.

LEIA MAIS: Honda lança seu primeiro carro elétrico em 20 anos

Abaixo do capô, o esportivo esconde exatamente o mesmo V8 4.0 da perua RS6, descarregando 592 cv e 80 kgfm de torque às quatro rodas (85% para o eixo traseiro) com ajuda do câmbio automática de oito marchas. A Audi diz que o RS7 pode acelerar de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos e sua velocidade máxima é de 250 km/h. É possível alterar a velocidade máxima eletronicamente nos pacotes opcionais. Dessa forma, o esportivo pode chegar a 305 km/h.

LEIA MAIS: Volkswagen mostra o compacto elétrico ID.3 em Frankfurt

O motor do Audi RS7 Sportback trabalha em conjunto com um sistema híbrido-leve de 48 volts. Suspensão a ar virá de série, mas o cliente poderá optar pelo arranjo esportivo da RS nos pacotes opcionais. Mais detalhes serão revelados ao longo do Salão de Frankfurt, que termina no próximo dia 22 para o público em geral. 

Comentários Facebook

Carros e Motos

Jeep Compass renovado será mostrado no mês que vem

Publicado

por


source
Jeep Compass
Divulgação

Jeep Compass: teaser não revelada nada de novo, a não ser a data em que o SUV renovado será apresentado nos EUA

A Jeep prepara mudanças no Compass vendido em diversos mercados, mas primeiro em países como os Estados Unidos e China. Um teaser foi mostrado no You Tube, mas sem revelar nada de novo em relação ao que já se conhece sobre o SUV médio que é líder de vendas do segmento no Brasil, onde o carro deverá levar um tempo extra para receber novidades.

LEIA MAIS: Jeep Compass Limited 2020: poucas mudanças, à espera da renovação em 2021

Nas imagens, aparece apenas que a data da apresentação do Jeep Compass renovado será 4 de junho, mais exatamente quinta-feira da semana que vem. Entre o que deverá mudar no utilitário esportivo deverão estar os faróis como parte da frente redesenhada. Novos jogos de rodas também estão sendo esperados, assim como uma inédita paleta de cores da carroceria.

No conjunto mecânico, um dos destaques deverá ser a versão híbrida, que também passará a estar disponível no mercado norte-americano. O que se sabe até agora é que o novo Compass híbrido deverá ser equipado com motor 1.3 turbo funcionando junto com outro elétrico, somando uma potência de 240 cv. Outra informação é que apenas consumindo eletricidade, o SUV pode rodar 50 quilômetros.

LEIA MAIS: Renegade zero quilômetro ou Compass seminovo: qual compensa mais?

O que também deverá mudar no Jeep Compass é o sistema multimídia Uconnect 5, que chegou a ser mostrado na minivan Chrysler Pacifica, com telas de alta resolução de até 12,3 polegadas e velocidade de processamento de dados cinco vezes mais rápida em relação ao sistema anterior. Além disso, há um avançado recurso de comandos por voz e conexão de Android Auto e Apple Car Play sem fio, bem como acesso à internet.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Kawasaki Vulcan deve ganhar motor da esportiva Ninja, diz revista japonesa

Publicado

por


source
Kawasaki Vulcan
Divulgação

Kawasaki Vulcan é, hoje, uma das cruisers mais em conta, por R$ 33.990 na versão S Café

A Kawasaki Vulcan é uma das poucas opções do segmento custom no Brasil, fora do universo Harley-Davidson. Entretanto, o modelo é oferecido apenas com um motor bicilíndrico de 649 cc, que para a categoria, fica um pouco para trás. Só que, agora, o modelo deve ganhar o novo motor das Ninja 1000, para ficar parelha com as Triumph Rocket 3 R (167 cv) e a Ducati Diavel S (152 cv), segundo apurou a revista japonesa Young Machine.

LEIA MAIS: Prestes a vir ao Brasil, Triumph Rocket 3 acelera tanto quanto um F1 em vídeo

Um dos segredos da elasticidade desse motor é a adoção de compressor mecânico, fazendo com o que o quatro cilindros em linha de 998 cc consiga ter variadas entregas de potência e torque, dependendo da aplicação. Em uma estradeira, por exemplo, é preferível torque em baixas rotações do que pico de potência. Logo, mesmo que nas carenadas esportivas ele chega a desenvolver 243 cv na mais agressiva Ninja H2, cerca de 180 cv já seriam o suficiente para colocar esta nova Kawasaki Vulcan  ‘H2’ dentro do nicho de mercado das Power Cruisers .

LEIA MAIS: Motos para viajar: Veja seleção de 5 estradeiras entre R$ 20 mil e R$ 40 mil

Ainda nada se fala sobre outras mudanças

Kawasaki
Divulgação

Suas linhas fluidas conferem aspecto retrô, que remetem às Café Racers dos anos 60

Com aspecto elegante e ao mesmo tempo agressivo, desde 2018 traz um indicador de marchas, além do conta-giros analógico e display em LCD com velocímetro digital, indicador de combustível, relógio e hodômetro. Ela se move com o motor bicilíndrico paralelo de 649 cc com 61 cv e 6,4 kgfm, e além da caixa de 6 marchas com transmissão por corrente, traz o catalisador mais recente da marca, que atende aos requisitos do PROMOT 4 — regulamentação que define os níveis máximos de emissão de gases. É justamente isso que a coloca apenas como uma opção de custo-benefício, e não de grande rival das chamadas Power Cruisers.

LEIA MAIS: Entre no espírito custom com a Kawasaki Vulcan S, de estilo retrô

Para garantir a segurança, a Kawasaki Vulcan conta com suspensão dianteira com garfos telescópicos e traseira com monochoque lateral. Quanto aos freios, além de ABS, reduz a velocidade com disco de 300 mm, que traz pinça de pistão duplo no freio dianteiro e disco de 250 mm com pinça de pistão único na roda traseira. É claro que, com uma nova motorização mais potente, como a que foi apurada pelos japoneses, essas especificações deverão ser completamente revistas na moto cruiser .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana