conecte-se conosco


Carros e Motos

Audi RS7 Sportback é mostrado com motor V8 de 600 cv

Publicado

source
Audi RS7 Sportback arrow-options
Divulgação
Audi RS7 Sportback estreia com visual agressivo e grandes rodas aro 22. Confira a galeria abaixo

A Audi acaba de renovar o esportivo RS7 Sportback. O modelo apareceu ao lado da perua RS6 Avant na noite de prévia do Grupo Volkswagen para o Salão de Frankfurt (Alemanha), e alguns Youtubers ainda tiveram a oportunidade de acelerar o modelo nas ruas.

LEIA MAIS: Confirmado no Brasil, Land Rover Defender é mostrado em Frankfurt

Destaque para a grade frontal em formato de colméia com entradas de ar bem demarcadas no lugar dos faróis de neblina. Sua silhueta continua com vincos e vendas, as grandes rodas aro 21 de cinco raios (aro 22 é opcional) com acabamento diamantado e saia lateral. Na traseira do Audi RS7, temos o para-choque protuberante com acabamento escurecido e duas saídas de escape com formato oval.

LEIA MAIS: Honda lança seu primeiro carro elétrico em 20 anos

Abaixo do capô, o esportivo esconde exatamente o mesmo V8 4.0 da perua RS6, descarregando 592 cv e 80 kgfm de torque às quatro rodas (85% para o eixo traseiro) com ajuda do câmbio automática de oito marchas. A Audi diz que o RS7 pode acelerar de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos e sua velocidade máxima é de 250 km/h. É possível alterar a velocidade máxima eletronicamente nos pacotes opcionais. Dessa forma, o esportivo pode chegar a 305 km/h.

Leia mais:  Ford EcoSport Titanium: como anda o modelo 1.5 com pneus “run flat”?

LEIA MAIS: Volkswagen mostra o compacto elétrico ID.3 em Frankfurt


O motor do Audi RS7 Sportback trabalha em conjunto com um sistema híbrido-leve de 48 volts. Suspensão a ar virá de série, mas o cliente poderá optar pelo arranjo esportivo da RS nos pacotes opcionais. Mais detalhes serão revelados ao longo do Salão de Frankfurt, que termina no próximo dia 22 para o público em geral. 

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Harley-Davidson dos Jesus Bikers é abençoada pelo Papa e será destaque em leilão

Publicado

por

source
Harley-Davidson arrow-options
Divulgação
Harley-Davidson exclusiva poderá chegar aos R$ 500 mil no leilão de Bonhams, após o autógrafo do Papa

O Papa Francisco recebeu o grupo de motociclistas austríaco Jesus Bikers para abençoar a assinar uma Harley-Davidson totalmente customizada. Trocadilhos à parte, o modelo foi batizado de Custom White Unique, carregando um motor de 1.570 cc. Será leiloada pela casa de Bonhams, no dia 20 deste mês. O valor arrematado — com estimativas até R$ 500 mil, em conversão direta — será destinado às Pontifícias Obras Missionárias, um grupo que presta apoio às missões católicas no mundo.

LEIA MAIS: Harley-Davidson de Elvis Presley é leiloada bem abaixo das expectativas

A Harley-Davidson foi nomeada de “Branco Único” porque sua pintura é finalizada em branco perolado misturado, com componentes banhados a ouro e um ornamento de coroa de espinhos. As duas cerejas no bolo são o crucifixo na dianteira e a assinatura do Papa Francisco no tanque. Mas como o Papa se vinculou a isso?

LEIA MAIS: Um passeio pelo sul da Califórnia. De Harley

A moto foi mostrada pela primeira vez em 29 de junho em Würzburg, na Alemanha, e depois foi para o Vaticano como parte de uma procissão dos Jesus Bikers. Uma vez por lá, no dia 7 de julho, a bicicleta foi apresentada ao Papa na Praça de São Pedro, onde Francisco a abençoou e assinou, cercada por uma multidão de 17.000 pessoas.

Leia mais:  Toyota apresenta robô que não erra cestas de 3 pontos no basquete. Veja vídeo

Papa “Harleyro”

Harley-Davidson arrow-options
Divulgação
Harley-Davidson dada de presente ao Papa, também abençoada pelo líder do Vaticano, foi vendida na mesma casa de leilões

Por outro lado, a Sua Santidade já possuiu uma Dyna Super Glide em 2014, aos que se lembram. Foi a própria fabricante quem o presenteou, ao comemorar os 110 anos da marca. Além de também receber a assinatura “sagrada”, foi arrematada por R$ 790 mil (em conversão direta) pela mesma casa de leilões.

LEIA MAIS: Harley-Davidson CVO Limited 2019 reúne o melhor em sofisticação


Junto a ela, foi vendida uma jaqueta de couro Harley-Davidson , também autografada, pelo equivalente a R$ 188 mil. O dinheiro foi doado à organização beneficente Caritas Roma e, em seguida, destinado ao abrigo Don Luigi di Liegro e a um restaurante que oferece refeições para pessoas necessitadas na capital italiana.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Andamos no Fiat Cronos HGT, que une conforto e visual arrojado

Publicado

por

source

Motor Show

Fiat Cronos HGT arrow-options
Roberto Assunção
A nova versão do Fiat Cronos foi importada do Argo, mas também integra elementos da Toro Blackjack

A nomenclatura HGT já batizou uma versão do Fiat Brava e, posteriormente, foi resgatada pelo Argo. Agora é a maior novidade da linha 2020 do Cronos. Seguindo os passos do Siena Sporting e inspirado no conceito Cronos Sport, revelado no Salão de São Paulo em 2018, o Cronos HGT (sigla para High Gran Turismo ) se diferencia das demais versões pelo visual esportivado.

LEIA MAIS: Renault Logan fica mais valente na versão Intense 2020

Há grade frontal e emblemas escurecidos, rodas de 17” e capas dos retrovisores em preto, badge HGT nos para-lamas, maçanetas na cor da carroceria e um spoiler sobre a tampa do porta-malas que lhe conferiu ares de Alfa Romeo Giulia. O interior do Fiat Cronos HGT exibe o teto e as colunas na cor preta e, entre os equipamentos de série, oferece quadro de instrumentos com tela TFT de 7”, volante em couro, controlador automático de velocidade, sensor de ré, multimídia com tela tátil de 7” e conectividade com Android Auto e Apple CarPlay.

A lista de opcionais é generosa, com teto bicolor, câmera de ré, airbags laterais, chave presencial, espelhos retrovisores com rebatimento elétrico e luz de conforto, bancos em couro, sensores de chuva e farois e retrovisor eletrocrômico. Sem eles, o Cronos HGT custa R$ 78.490, e fica acima do Precision 1.8 AT6 (R$ 75.490).

LEIA MAIS: VW Polo Beats com som mais caprichado vale a pena?

Diferentemente do Argo HGT , que possui alterações nas suspensões e bitolas mais largas, o Cronos HGT manteve a calibração do resto da família. Seu acerto é voltado para o conforto, mas as rodas com pneus 205/45 R17 o deixam ligeiramente mais firme na absorção de impactos. Nada que incomode ou desagrade, pelo contrário. Afinal, a versão Precision 1.8 AT6, na qual se baseia, pode ter opcionalmente rodas de 17. Sem nenhuma modificação mecânica, sob o capô continua o motor 1.8 aspirado associado ao câmbio automático de seis marchas.

Fiat Cronos HGT arrow-options
Roberto Assunção
O interior do Fiat Cronos HGT traz acabamento especial, bem como o logo da fabricante escurecido


LEIA MAIS: Honda City LX: versão intermediária do sedã compacto vale a pena?

Esse conjunto entrega uma condução agradável, com melhores respostas apresentadas em médios giros e boas mudanças/reduções de marchas e 0-100 km/h bem no limite dos 10 segundos.

LEIA MAIS: VW Virtus 1.6 automático se mostra adequado para as grandes cidades

O consumo, porém, poderia ser melhor: de acordo com o Inmetro-PBEV, o Cronos HGT faz 9,6 km/l na estrada e 7,2 km/l na cidade abastecido com etanol, enquanto o VW Virtus Comfortline 200 TSI (R$ 78.590) faz 10,2 e 7,8 km/l, respectivamente. Pena que os motores turbinados da Fiat estão marcados para chegar só em 2021. Até lá, o Cronos HGT é uma opção para quem valoriza um visual invocado, mas não quer abrir mão do conforto.


FICHA TÉCNICA

Fiat Cronos HGT

Preço básico: : R$ 78.490
Carro avaliado: R$ 78.490
Motor: quatro cilindros em linha 1.8, 16V, comando variável
Cilindrada: 1747 cm 3
Combustível: flex
Potência: 135 cv (g) e 139 cv (e) a 5.750 rpm
Torque: 18,8 kgfm (g) e 19,3 kgfm (e) a 3.750 rpm
Câmbio: automático sequencial, seis marchas
Direção: elétrica
Suspensão: MacPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: disco ventilado (d) e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,364 m (c), 1,726 m (l), 1,516 m (a)
Entre-eixos: 2,521 m
Pneus: 205/45 R17
Porta-malas: 525 litros
Tanque: 48 litros
Peso: 1.262 kg
0-100 km/h: 10s8 (g) e 9s9 (e)
Velocidade máxima: 195 km/h (g) e 196 km/h (e)
Consumo cidade: 10,3 km/l (g) e 7,2 km/l (e)
Consumo estrada: 13,3 km/l (g) e 9,6 km/l (e)
Emissão de CO2: 103 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: D (Médio)

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Leia mais:  Toyota Yaris X-Way: radical light
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana