conecte-se conosco


Tecnologia

Atualização do WhatsApp permite colocar figurinhas nas fotos; veja como fazer

Publicado


Com a nova atualização do WhatsApp, é possível colocar figurinhas nas fotos enviadas para contatos, grupos ou status
Pixabay
Com a nova atualização do WhatsApp, é possível colocar figurinhas nas fotos enviadas para contatos, grupos ou status

O WhatsApp liberou, nesta segunda-feira (7), duas novidades para quem está adorando a nova moda de enviar figurinhas. A atualização do WhatsApp, número 2.19.10, permite que os usuários adicionem as famosas figurinhas às suas fotos e consigam encaminhá-las individualmente, e não mais em grupo.

Leia também: WhatsApp deixa de funcionar em alguns aparelhos em 2019; confira

Antes da atualização do WhatsApp
, os internautas já conseguiam colocar emojis nas suas imagens, além de informações como horário e localização.  Agora, como diz a informação do aplicativo de mensagens, também é possível, “ao editar uma foto ou vídeo, tocar no ícone de emoji para adicionar figurinhas.”

As fotos editadas com figurinhas
podem ser enviadas tanto em conversas particulares quanto em grupos e até mesmo no status do aplicativo.

Aprenda a colocar figurinhas nas fotos:


Com a atualização do WhatsApp, é possível adicionar quantas figurinhas desejar na imagens
Reprodução
Com a atualização do WhatsApp, é possível adicionar quantas figurinhas desejar na imagens

Primeiro, selecione a foto que deseja editar. Depois de escolher, toque sobre o ícone da carinha, na parte superior da tela. Ali, é possível encontrar a aba “Figurinhas”, ao lado da opção “Emojis”. 

Leia também: WhatsApp vai reduzir ainda mais número de mensagens encaminhadas

Escolha o adesivo que deseja usar e clique nele – assim, você vai adicioná-lo à foto. Tanto as figurinhas recebidas que você salvou quanto os pacotes baixados aparecem como opções para serem colocados.

Leia mais:  Saiba porque o Servidor VPS é uma solução robusta e segura para seu site

Depois de inserir as figurinhas na foto, é possível diminuí-las, ampliá-las ou girá-las. O número de figurinhas que pode ser colocado em uma única imagem é ilimitado. 

Nova atualização do WhatsApp também permite encaminhar apenas uma figurinha por vez


Atualização do WhatsApp deixa apenas uma figurinha ser encaminhada por vez, e não mais em grupos
aplicativo WhatsApp
Atualização do WhatsApp deixa apenas uma figurinha ser encaminhada por vez, e não mais em grupos

Leia também: Algum conhecido pediu dinheiro pelo WhatsApp? Cuidado: pode ser um clone


Com a atualização do WhatsApp
, agora o usuário também consegue encaminhar uma figurinha específica, o que não acontecia antes – ao selecionar uma, os internautas encaminhavam, obrigatóriamente, um grupo inteiro enviado ao mesmo tempo. Para encaminhar uma por vez, é só pressionar a imagem e selecionar “Encaminhar”: agora existem  marcadores individuais acima de cada adesivo.

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Inspirado em Pokémon GO, jogo do Harry Potter será lançado nesta sexta-feira

Publicado

por

Quase oito anos após o lançamento de “Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2” nos cinemas, os fãs do bruxo tem mais uma estreia para aguardar ansiosamente. A empresa Niantic anunciou que o jogo Harry Potter: Wizards Unite será lançado nesta sexta-feira (21).

Leia também: Nova montanha-russa do parque do Harry Potter tem detalhes revelados

jogo do Harry Potter
Reprodução/Facebook/Harry Potter
Jogo do Harry Potter chega

De acordo com o jornal britânico Mirror, o jogo do Harry Potter , que é inspirado no sucesso Pokémon GO (que também é da Niantic), será disponibilizado, em um primeiro momento, apenas para Estados Unidos e Reino Unido – por enquanto, não há a data de lançamento no Brasil.

Leia também: Câmera flagra criatura bizarra; web compara com Dobby, de “Harry Potter”

A publicação noticiou ainda que o jogador poderá ter o papel de um “Auror” (que são bruxos treinados para enfrentar feiticeiros do mal), de um “Magizoologista” (melhor em combater bestas mágicas) ou de um professor (que é melhor em usar o profundo conhecimento mágico para debilitar inimigos).

Os jogadores irão encarar diferentes aventuras, aprender feitiços e descobrir artefatos misteriosos, enquanto exploram os bairros e cidades do jogo. Eles também poderão encontrar bestas lendárias e personagens icônicos do mundo dos bruxos .

Leia também: Vídeo de robô se revoltando e atacando seus criadores bomba, mas é “fake”

Leia mais:  WhatsApp vai processar quem enviar mensagens em massa pelo aplicativo

O Mirror diz também que os jogadores poderão acessar áreas, equivalentes aos ginásios de Pokémon GO, onde podem encontrar outros usuários e saírem juntos para encarar os inimigos. Mas, diferente do game dos monstrinhos, todos os jogadores estarão do mesmo lado. 


O jogo do Harry Potter é baseado na saga da escritora britânica J.K Rowling e nos filmes da Warnes Bros. Os jogadores poderão entrar no mundo mágico de Hogwarts, assim como ocorreu em Pokémon GO.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Fifa 20, GTA… Os jogos mais usados por criminosos para ocultar malware e vírus

Publicado

por

Olhar Digital

O Minecraft é o jogo mais usado para mascarar vírus e outros tipos de malwares, segundo uma pesquisa da Kaspersky, que afirma que os cibercriminosos distribuem malwares via cópias falsas do game. GTA 5, Sims 4 e jogos em pré-lançamento, como Fifa 20, Borderlands 3 e Elder Scrolls 6, também fazem parte da lista de ataques que vitimaram mais de 930 mil jogadores entre junho de 2018 e junho de 2019.

Leia também: Google, Microsoft e Bethesda se preparam para baratear os jogos eletrônicos

Minecraft
Reprodução/Facebook/Minecraft
Minecraft é o game mais usado para esconder um malware, aponta pesquisa

Os pesquisadores da Kaspersky examinaram os arquivos infectados detectados em 2018 e no início de 2019 e o principal título usado nos golpes foi o Minecraft. O malware mascarado foi responsável por cerca de 30% dos ataques, com mais de 310 mil usuários atingidos. Em segundo lugar ficou GTA 5, com mais de 112 mil alvos. Sims 4 ocupou a terceira posição, com quase 105 mil usuários atacados.

Leia também: Como um celular é hackeado? Conheça as técnicas e saiba se proteger

O estudo mostrou também que os criminosos enganam usuários simulando um download que seria supostamente de um game não lançado. Foram observados pelo menos dez jogos em pré-lançamento usados para esse fim, sendo que 80% deles referiam-se a Fifa 20, Borderlands 3 e Elder Scrolls 6.

Leia mais:  Facebook exigirá autorização especial para páginas com grande audiência
Fifa 20
Reprodução/Facebook/EA Sports Fifa
Fifa 20 também foi usado por criminosos

Da mesma forma que outros tipos de entretenimento digital, os videogames são vulneráveis ao uso indevido, como violações de direitos autorais e pirataria via torrents. Contudo, enfrentam outra ameaça crescente: o uso fraudulento de suas marcas para distribuição de malwares. Muitos dos principais videogames ficam hospedados em plataformas de distribuição digital e nem sempre elas conseguem detectar se os arquivos carregados nelas são legítimos ou se há amostras de malware disfarçadas.

“Há meses observamos que os criminosos exploram o entretenimento para pegar os usuários de surpresa, seja com séries, programas de TV, estreias de filmes ou videogames. Isso é fácil de explicar, pois as pessoas ficam menos atentas quando querem apenas relaxar e se divertir. Se um usuário não espera encontrar malware em algo divertido que usou por anos, não é preciso uma ameaça avançada para que o vetor de infecção tenha êxito. Todos devem ficar alertas, evitar plataformas digitais não confiáveis e ofertas suspeitas, além de instalar uma solução de segurança e realizar verificações regularmente em todos os dispositivos usados para jogar”, afirma Maria Fedorova, pesquisadora de segurança da Kaspersky.

Leia também: Tem Xbox, Wii ou PlayStation? Veja como usar seus jogos para emagrecer


Para evitar ser vítima de malware disfarçados de jogos, a Kaspersky recomenda algumas medidas, como o uso de serviços legítimos, atenção à autenticidade dos sites — início da URL com “https” é um ponto importante — e evitar links que oferecem oportunidades “incríveis”. Afinal, quando a esmola é muita, o santo desconfia, já diziam nossos pais.

Leia mais:  WhatsApp vai processar quem enviar mensagens em massa pelo aplicativo

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana