conecte-se conosco



Nacional

Ataques a bancos terminam em tiroteio com 13 mortes, incluindo reféns, no Ceará

Publicado


Tentativa de assalto no município de Milagres, no Ceará, acabou em intenso tiroteio
Reprodução/Twitter – @Jhonatan_Jeives

Tentativa de assalto no município de Milagres, no Ceará, acabou em intenso tiroteio

Moradores do município de Milagres, na região do Cariri cearense, vivenciaram madrugada violenta nesta sexta-feira (7). Uma quadrilha armada e com reféns foi surpreendida pela Polícia Militar do Ceará ao tentar assaltar duas agências bancárias e houve intenso tiroteio, que durou cerca de 20 minutos e deixou ao menos 13 mortos – dos quais seis eram reféns.

De acordo com o jornal Diário do Nordeste , cinco reféns que acabaram mortos durante o tiroteio eram da mesma família. Dentre as vítimas estão duas crianças, de 10 e 13 anos de idade. A identidade das vítimas não foi divulgada até o momento pelas autoridades do Ceará .

A imprensa local reportou que os criminosos assaltaram um caminhão que trafegava pela BR-116, no trecho entre as cidades de Brejo Santo e Milagres, e depois abordaram, ainda na estrada, a família que acabou levada à tentativa de assalto. O motorista do caminhão também foi feito de refém e, mais tarde, acabou se tornando a sexta vítima fatal do tiroteio.

A polícia cearense já investigava a quadrilha por conta de outra tentativa de assalto , ocorrida na semana anterior. Foi essa investigação que possibilitou que os policiais surpreendessem os bandidos por volta das 2h15 desta madrugada, antes que fosse efetuado o ataque a agências do Banco do Brasil e do Bradesco, na região central de Milagres. 

Leia mais:  “Ninguém recebe ou dá dinheiro sujo com cheque nominal”, afirma Bolsonaro

Após a intensa troca de tiros, houve perseguição policial e parte dos criminosos conseguiu fugir sem levar nada. Duas caminhonetes usadas pela quadrilha foram apreendidas. Os policiais encontraram explosivos no interior dos veículos.

Mais informações em instantes

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Catedral de Campinas fará missa pelas vítimas de ataque; cidade decreta luto

Publicado

por


Campinas decreta luto de três dias e prepara velório das vítimas
Reprodução/Twitter

Campinas decreta luto de três dias e prepara velório das vítimas

O município de Campinas amanheceu sob um clima de consternação e perplexidade, nesta quarta-feira (12), um dia após um ataque a tiros que deixou cinco pessoas mortas, dentro da Catedral Metropolitana da cidade. Apesar da busca por respostas a respeito da tragédia, a catedral será reaberta na tarde de hoje para uma missa em homenagem às vítimas do atentado. 

Ainda ontem, o prefeito de Campinas , Jonas Donizette (PSB), decretou luto oficial de três dias na cidade. Pelo Twitter, ele se disse “estarrecido com o brutal crime”, causado por um atirador que matou quatro pessoas, deixou outras quatro feridas e cometeu suicídio. Entre os que estão em estado grave após o ataque estaria um homem com mais de 80 anos de idade.

A expectativa é de que os velórios das vítimas ocorram a partir desta quarta-feira (12). Os nomes das vítimas mortas foram identificados pelas autoridades. São elas: Sidnei Vitor Monteiro, José Eudes Gonzaga, Cristofer Gonçalves dos Santos e Elpídio Alves Coutinho. O atirador, Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, tirou a própria vida depois balear os fiéis.

Registros das câmeras de segurança da Central de Monitoramento de Campinas (CinCamp) mostram o momento em que o agressor se levanta de um dos bancos, nas últimas fileiras da igreja, vira-se em direção às pessoas e começa a atirar. Em seguida, dois agentes da Guarda Municipal entram na igreja e perseguem o atirador. As imagens não mostram depois deste momento.

Leia mais:  PGR vai usar emails de Marcelo Odebrecht em inquérito contra Renan Calheiros

A Catedral Metropolitana de Campinas está cercada por um cordão de isolamento. Os funcionários da prefeitura trabalharam para limpar o local e permitir que hoje (12) a igreja seja aberta para missas.

O local é um dos mais movimentados de Campinas, fica ao lado do calçadão e da principal rua de comércio.

O departamento de Serviços Técnicos Gerais (Setec) é o órgão responsável pela organização dos velórios e sepultamentos em Campinas. Como a cidade é referência para vários municípios menores do interior de São Paulo, há cemitérios privados e públicos.

* Com informações da Agência Brasil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Catedral de Campinas fará missa pelas vítimas de ataque; cidade decreta luto

Publicado

por


Campinas decreta luto de três dias e prepara velório das vítimas
Reprodução/Twitter

Campinas decreta luto de três dias e prepara velório das vítimas

O clima em Campinas, a 98 quilômetros de São Paulo, é de consternação e perplexidade, depois da tragédia na Catedral Metropolitana da cidade em que cinco pessoas morreram. O prefeito Jonas Donizette (PSB) decretou nessa terça-feira (11) luto oficial de três dias. A expectativa é que os velórios das vítimas ocorram a partir desta quarta-feira (12).

Foi confirmada a identidade das vítimas do atirador: Sidnei Vitor Monteiro, José Eudes Gonzaga, Cristofer Gonçalves dos Santos e Elpídio Alves Coutinho, mortos dentro da igreja.

Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, autor dos disparos, tirou a própria vida depois balear os fiéis que estavam rezando na igreja.

Registros das câmeras de segurança da Central de Monitoramento de Campinas (CinCamp) mostram o momento em que o agressor se levanta de um dos bancos, nas últimas fileiras da igreja, vira-se em direção às pessoas e começa a atirar. Em seguida, dois agentes da Guarda Municipal entram na igreja e perseguem o atirador. As imagens não mostram depois deste momento.

A Catedral Metropolitana de Campinas está cercada por um cordão de isolamento. Os funcionários da prefeitura trabalharam para limpar o local e permitir que hoje (12) a igreja seja aberta para missas.

O local é um dos mais movimentados de Campinas, fica ao lado do calçadão e da principal rua de comércio.

Leia mais:  Temer contraria interventor e nega haver proibição a venezuelanos em Roraima

O departamento de Serviços Técnicos Gerais (Setec) é o órgão responsável pela organização dos velórios e sepultamentos em Campinas. Como a cidade é referência para vários municípios menores do interior de São Paulo, há cemitérios privados e públicos.

* Com informações da Agência Brasil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana