conecte-se conosco


Mulher

As 12 melhores fontes de proteína vegana

Publicado

Women's Health


montagem com quinoa, feijão e chia
shutterstock
Quinoa, feijão e chia estão entre as fontes de proteína vegana

Para quem está começando,  adotar uma alimentação vegana
pode não ser uma tarefa fácil quando se fala em teor nutricional. Se você precisa de ajuda para conhecer as melhores fontes de proteína vegana
, confira abaixo uma lista com 12 ingredientes e como inclui-los no dia a dia:

12 melhores fontes de proteína vegana

1. Pistache: 6g

Em resumo, o humilde pistache está com tudo! Uma porção com 49 deles oferece 6 gramas de proteína, além de fibras e antioxidantes e benefícios nutricionais
, como a saúde do sistema digestório. “Eles são fáceis de adicionar a quase toda refeição ou lanche, incluindo iogurtes, overnight oats e até cookies”, diz a nutricionista Maggie Michalczyk, dos Estados Unidos.

Em uma porção de 2 col. (sopa): 159 calorias, 13g de gordura (1 g sat.), 8g carb., 0ml de sódio, 2g açúcar, 3g fibras, 6g proteína.

2. Quinoa: 8g

“A quinoa é uma das comidas derivadas de plantas que contém todos os nove aminoácidos essenciais”, diz Maggie, salientando que ela faz com que sua proteína seja uma das mais facilmente usadas pelo seu organismo.

“Além de estar cheio de proteína, esse grão
ancestral também guarda muita fibra, magnésio, ferro, potássio, vitaminas do complexo B e zinco.”

A quinoa combina praticamente com qualquer prato, mas ela especificamente recomenda trocar o arroz pela quinoa ou assar alguns legumes da estação e servir junto com esse grão sem glúten para uma refeição cheia de nutrientes.

Em uma porção (1 xíc): 222 calorias, 3.5g gordura (1g sat.), 39g carb, 13mg sódio, 2g açúcar, 5g fibras, 8g proteína

3. Feijão: 14g

Quem precisa de carne moída quando o chili vegano, feito com feijões
, faz todo o trabalho de proteína vegana com perfeição?

“Esses pequenos e saborosos trazem muitos benefícios para a saúde, incluindo a redução do colesterol e níveis mais baixos de açúcar no sangue”, explica Maggie.

Em uma porção (1 xíc.): 222 calorias, 0g gordura (0g sat.), 42g carb., 619mg sódio, 6g açúcar, 16g fibras, 14g proteína

4. Grão-de-bico: 15g

Cheinho de proteína e fibras, o grão-de-bico vai mantê-la saciada por horas
, e ele é fácil de ser disfarçado em qualquer prato.

Leia mais:  Cereais, frutas e mais: veja os benefícios da granola e dicas de consumo

“Asse o grão-de-bico e adicione-o a tacos e saladas para dar um brilho extra à sua refeição, além de mais sabor”, diz Maggie. E, claro, faça homus de tudo que consiga imaginar para substituir maionese e manteiga nos seus sanduíches ou como molho para palitos de cenoura.

Por porção (1 xíc.): 269 calorias, 4g gordura (0g sat.), 45g carb., 11mg sódio, 8g açúcar, 13g fibras, 15g proteínas

Leia também: Pizza sem glúten e de grão-de-bico é opção que cabe na dieta; veja como preparar

5. Sementes de chia: 5g

Essa pequenina é lotada de nutrientes. E mais: a chia
 contém proteínas, fibras, gorduras saudáveis, magnésio, fósforo e cálcio, segundo Maggie.

“Misture-as no seu overnight oats com iogurte para uma fonte ainda mais rica de proteína”, ela diz.

Por porção de 2 col. (sopa): 138 calorias, 9g gordura (1g sat.), 12g carb., 5mg sódio, 0g açúcar, 10g fibras, 5g proteína

6. Sementes de abóbora: 9g

Maggie diz que essa é sua semente preferida – e ela está disponível o ano inteiro. Cada pequena conta com uma dose saudável de vitaminas, minerais, fibras e muita proteína.

A nutricionista recomenda chuviscar as sementes de abóbora
 em saladas ou em uma tigela com quinoa para uma refeição crocante e deliciosa.

Por porção de 2 col. (sopa): 158 calorias, 14g gordura (3g sat.), 3g carb., 2mg sódio, 0g açúcar, 2g fibras, 9g proteína

7. Ervilhas: 8g

Maggie salienta que alguns legumes estão entre as comidas com mais valor proteico e as ervilhas não são uma exceção.

Elas serem proteicas é surpreendente, já que geralmente as combinamos com vegetais baixos no nutriente, como cenouras e milho. Mas, deliciosas que são, combinam com tudo – de massas a purê de batata. Não estamos reclamando!

Por porção (1 xíc.): 117 calorias, 1g gordura (0g sat.), 21g carb., 7mg sódio, 8g açúcar, 8g fibras, 8g proteína

8. Lentilha: 18g

Lentilhas cozinham mais rápido que outros grãos e são ideiais para sopas e cozidos, segundo a nutricionista. “Adoro temperar as lentilhas com leite de coco, caldo de vegetais, alho e gengibre”, ela conta.

Por porção (1 xíc.): 230 calorias, 1g gordura (0g sat.), 40g carb., 4mg sódio, 4g açúcar, 16g fibras, 18g proteína

Leia mais:  Horóscopo do dia: previsões para 30 de abril de 2019

9. Levedura nutricional: 8g

Ela é uma poderosa ferramenta proteica, já que contém os nove aminoácidos essenciais para o organismo, além de vitaminas do complexo B e antioxidantes.

“Ela tem um sabor parecido com queijo e nozes, então é especialmente gostosa para veganos que gostam do sabor do queijo na sua comida.” Na próxima noite de filmes, experimente jogar um pouco em cima da pipoca.

Por porção (1/4 xíc.): 60 calorias, 0.5g gordura (0g sat.), 5g carb, 25mg sódio, 0g açúcar, 3g fibra, 8g proteína

10. Aveia: 5g

Ovos costumavam ser a melhor aposta para as manhãs, mas se o seu caso é seguir uma dieta sem derivados de animais, os overnight oats (feitos com aveia) são sua melhor escolha.

“Considere-os uma boa escolha para seu  café da manhã
porque, em adição ao seu conteúdo proteico, eles também contam com fibras, especificamente uma fibra chamada beta-glucano, que já foi provado como um bom redutor de colesterol”, diz Maggie.

Por porção (1 xíc.): 150 calorias, 2.5g gordura (0.5g sat.), 27g carb, 0mg sódio, 1g açúcar, 4g fibras, 5g proteína

11. Tempeh: 11g

É difícil encontrar uma proteína vegetariana considerada uma completa fonte proteica, mas o tempeh alcança esse patamar.

“Essa comida de soja fermentada é cheia de sabor”, diz a nutricionista. Como ideia de receita, ela recomenda marinar pedaços de tempeh em gengibre ralado e molho de soja, depois refogue-os com pimentões, cebola e brócolis.

Por porção (6 fatias): 140 calorias, 3.5g gordura (0 g sat.), 40g carb., 4mg sódio, 4g açúcar, 16g fibras, 11g proteína

12. Edamame: 18g

Quem diria que seu aperitivo favorito com sushi seria uma fonte e tanto de proteína?
“Eu guardo o edamame sem casca congelado. Quando preciso cozinhar, tiro do freezer e adiciono a refogados e saladas”, diz a nutri. Quando estão ainda na vagem ficam ótimos para um snack simplesmente cozidos (ou assados) e temperados com sal e pimenta.”

Por porção (1 xíc.): 188 calorias, 8g gordura (1 g sat.), 14g carb., 9mg sódio, 3g açúcar, 8g fibras, 18g proteína.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Mulher

5 modelos de bolsas que nunca saem de moda e combinam com todos os estilos

Publicado

por

A bolsa é um dos acessórios que pode fazer toda a diferença na hora de montar um look, além de, claro, tornar o visual mais funcional e prático. E para facilitar a sua vida, há sempre aqueles modelos de bolsa que não saem nunca de moda.  

Pensando nisso, o Delas
conversou com Daniela Fiszpan, diretora de estilo da Fiszpan, para saber quais modelos de bolsa
continuam fazendo sucesso independente da moda da vez — e como não errar na composição seguindo seu próprio estilo.  Confira abaixo: 

Modelos de bolsa #1: mochila


mulheres usando mochila
Reprodução/Pinterest
A mochila é um dos modelos de bolsas mais práticos e versáteis que existem, já que te permite carregar vários objetivos

Segundo Daniela, a mochila é a opção ideal para quem carrega muitos objetos, já que a maior parte dos modelos tem muitos bolsos e divisões. Por isso é super prática  e garante um visual despojado e muito mais confortável. 

“É perfeita para quem está estudando ou trabalhando, por exemplo, pois costuma carregar muitos livros, notebook e outros acessórios
“, comenta. 

Veja também: 9 looks com mochila de couro para usar em qualquer ocasião

Modelos de bolsa #2: carteiro


mulheres usando bolsa carteiro
Reprodução/Pinterest
Os modelos de bolsa carteiro ganharam as ruas há mais de dez anos e, ainda hoje, permanecem firmes por serem estilosas

Há quase 10 anos, a Mulberry viu a “itgirl” Alexa Chung usando uma bolsa masculina de carteiro vintage e resolveu homenageá-la com uma criação especial para ela. Desde então, este modelo voltou com tudo e nunca mais saiu de moda 
.

Leia mais:  Lactose é mocinha ou vilã das dietas? 5 dúvidas sobre esse tema respondidas

“Ele é ótimo para o dia a dia, pois combina com tudo e é muito prático deixando o visual com um ar mais casual e vintage”, diz a diretora de estilo. 

Modelos de bolsa #3: baú


mulheres usando bolsa baú
Reprodução/Pinterest
Como ícone de estilo, os modelos de bolsa baú permitem que você use em qualquer hora do dia e combine com vários estilos

A bolsa baú é um dos maiores ícones de estilo desde que foi eternizado por Audrey Hepburn em “Bonequinha de Luxo”. “É um modelo mais estruturado, quadrado e tem um design semelhante ao de um baú — por isso o nome”, explica. 

Os tamanhos podem variar entre médio e grande, assim como as alças. Assim, as bolsas maiores são perfeitas para aproveitar o dia, enquanto as menores são mais usadas de noite.

Modelos de bolsa #4: tiracolo


mulheres com bolsa tiracolo
Reprodução/Pinterest
O tiracolo está entre os modelos de bolsa mais populares, charmosos e que também combinam com vários eventos e looks

A bolsa tiracolo é prática e super charmosa. Como o tamanho pequeno permite levar apenas o essencial, é um modelo que combina tanto com uma noite de balada, um almoço de trabalho ou um passeio pelo shopping. 

“A dica para o  outono/inverno
é deixar o look mais moderninho usando-a cruzada no corpo por cima do casaco. É um detalhe que garante uma bossa extra!”, diz a profissional. 

Leia mais:  Mãe consegue emagrecer mais de 36 kg com mudanças de hábitos e dá dicas

Modelos de bolsa #5: clutch


mulheres usando bolsa clutch
Reprodução/Pinterest
Os modelos de bolsas clutch são clássicos e perfeitos para efeitos sofisticados, mas essa não é a única forma de usá-los

A clutch nada mais é do que uma bolsa carteira menor e estruturada. Apesar de ser mais usada nas mãos, alguns modelos possuem alças removíveis que permitem mais praticidade, o que pode ser uma  tendência
 tanto para o seu dia a dia, quanto em eventos formais. 

“Este é um dos modelos de bolsa
que surgiram lá nos anos 20 e é muito usado até hoje, ainda mais em festas que pedem uma produção mais sofisticada”, finaliza Daniela. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

7 erros comuns que você pode cometer na hora de lavar o cabelo

Publicado

por

Lavar o cabelo parece uma rotina simples: molhe, passe shampoo, enxágue, repita. Mas será que é só isso mesmo? O momento da lavagem serve tanto para higienizar os fios, removendo impurezas e oleosidade, quanto para deixá-los saudáveis e bem cuidados. 

Leia também: Lavar os cabelos todo dia é prejudicial? Saiba quais cuidados ter com os fios


lavar o cabelo
shutterstock
Lavar o cabelo é um dos primeiros passos para uma rotina de cuidados com os fios, mas você está fazendo isso do jeito certo?

Dependendo dos seus hábitos na hora de  lavar o cabelo
 , os fios podem ficar mais pesados, ter as fibras danificadas e até cair. Para ajudar você nesta atividade tão rotineira, a dermatologista Mayara Bravo, da Clínica Karla Assed Curitiba,  selecionou os erros mais comuns: 

1. Lavar o cabelo com água quente

“Prefira a água mais fria que suportar”, recomenda a especialista. Segundo ela, a temperatura alta costuma danificar as fibras capilares e ressecar o couro cabeludo. Isso faz com que as glândulas sebáceas produzam mais óleo, o que causa um efeito rebote. 

2. Passar shampoo diretamente no cabelo

A recomendação da dermatologista é aplicar uma quantidade pequena de shampoo nas mãos antes de aplicar o produto nos fios. “Ao despejar o produto diretamente no couro, a quantidade pode acabar sendo muito maior do que você imagina”, diz. Isso também pode aumentar a oleosidade
 , porque deixa os fios ressecados. 

Leia mais:  Como apimentar o sexo sem gastar: conheça 4 jogos eróticos simples de fazer

3. Limpar o couro cabeludo usando as unhas

“Cuidado com as unhas ao massagear os fios: seu couro cabeludo
é sensível, use sempre as pontas dos dedos”, recomenda Mayara. Se você usar as unhas diretamente no couro cabeludo, pode acabar causando ferimentos ou deixar a pele irritada. 

4. Enxaguar só por cima

Na hora de lavar os fios, é muito importante tirar todo o resíduo e não deixar a água cair só por cima, já que isso pode deixá-lo oleoso mais rápido. “Enxágue até ter certeza que não ficaram resíduos, pois eles tendem a deixar o cabelo mais ‘pesado’”, diz a dermatologista. 

5. Usar qualquer shampoo

Um dos cuidados essenciais é escolher o shampoo que combina com o seu tipo de cabelo. Então, o ideal é usar produtos que controlem a oleosidade se essa é a principal necessidade do seu fio
 , ou que combata o frizz se o volume é o seu maior problema. 

“Se você tiver mais de uma necessidade capilar, como a maioria das mulheres, tenha duas opções de shampoo e condicionador e alterne o uso. Vale lembrar que em qualquer sinal de irritação, suspenda imediatamente o uso de qualquer produto e procure um especialista.” 

6. Aplicar condicionador na raiz

O shampoo se aplica na raiz, o condicionador não. Ele pode obstruir a raiz dos fios e causar uma série de danos além do cabelo oleoso
, como queda e caspa. “Aplique o condicionador somente no comprimento, deixando o produto agir pelo tempo indicado e enxágue bem”, diz. 

Leia mais:  Mãe se surpreende ao descobrir o que realmente era o brinquedo do filho

7. Secar com toalha torcendo os fios

Depois de lavar o cabelo
de forma correta, busque secá-lo com uma toalha para não danificá-lo
com a temperatura do secador. O ideal é apertar a toalha de forma delicada contra os fios para retirar o excesso de água. “Jamais torça ou friccione os fios”, finaliza a especialista. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana