conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

BemRural

Aprosoja divulga lista de selecionados em programa de pesquisa

Publicado

Sustentabilidade

Aprosoja divulga lista de selecionados em programa de pesquisa

Primeiro edital de auxílio criado pela associação definiu por dois projetos de pesquisas, um da Embrapa e outro da UFMT


10/09/2018

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) divulga nesta segunda-feira (10) o nome dos selecionados no primeiro edital do “Programa de Pesquisa”, que visa promover e incentivar novos conhecimentos científicos e técnicos do setor.

 

Foram definidos dois nomes. O primeiro é do pesquisador Waldir Pereira Dias, da Embrapa Soja de Londrina. O título de seu projeto é: “Caracterização da Reação de Híbridos e de Cultivares de Milho, comumente utilizados em Rotação e ou Sucessão com a Cultura da Soja no Estado do Mato Grosso, aos Nematoides Meloidogyne incognita, M. javanica e Pratylenchus brachyurus”.

 

O segundo nome selecionado é o do pesquisador Ricardo Amorim, da Universidade Federal de Mato Groso, campus Cuiabá. O título do projeto é: “Diagnóstico da Qualidade (Química, Físico – Hídrica e Microbiológica) de Solos Mato-Grossense e sua Relação com a Produtividade nas Lavouras de Soja e Milho”.

 

O programa – O objetivo do programa da Aprosoja, criado neste ano, é agregar alunos, professores e pesquisadores de mestrado ou doutorado, bem como instituições públicas e privadas de pesquisa que foquem em temas de relevância para a associação.

 

O edital foi válido para todo o Brasil. Ocorreram duas etapas. Na primeira, foram 8 pré-selecionados. Depois, passaram para apresentarem à banca avaliadora da Aprosoja, destes 8, foram dois projetos selecionados.

 

 

“Antes, nós recebíamos propostas de incentivo ou auxílio à pesquisa durante o ano todo e, na reunião da Comissão de Sustentabilidade mais próxima, era apresentado esse pedido e os membros do grupo decidiam se apoiaríamos ou não. Com este edital, calendarizamos estes pedidos. Além disso, existem pedidos nos quais os pesquisadores não querem recursos financeiros, mas sim auxílio da Aprosoja para levantamentos de dados”, explica a gestora de Sustentabilidade, Marlene Lima. 

 

 

 

 

Fonte: Ascom Aprosoja


Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215

Email: [email protected]

Comentários Facebook

BemRural

Após “luta” de 1h30, jaú de 150 kg é pescado e solto novamente no rio em Tangará

Publicado

Foto: G1

Uma “luta” travada entre pescador e peixe levou cerca de uma hora e meia. Mas não era qualquer peixe. O animal em questão trata-se de um jaú que pesa cerca de 150 quilos. Essa história, que não é conversa de pescador, aconteceu em Tangará da Serra no rio Sepotuba e foi destaque no noticiário de Mato Grosso.

O empresário Lucas Torrente e seus amigos é que pescaram o jaú de 150 kg. Entre fisgar o bicho e levá-lo ate um barranco, se passaram uma hora e meia. Depois de toda essa peleia, o peixão foi solto e voltou para as águas do Sepotuba.

De acordo com o biólogo da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), Valdo Troy, em entrevista concedida ao portal G1, um peixe deste peso é uma exceção e tem um papel essencial, que é controlar a população de peixes.

“Seria humanamente impossível brigar sozinho com um peixe daquele tamanho. Foi essencial a experiência junto com meus parceiros, porque o jaú é um peixe muito forte”, disse Lucas, que fisgou o bicho, ao portal. “Ele passava tranquilamente uns 150 kg. Se a gente submetesse ele a uma balança, poderia machucá-lo. Então, nós o soltamos e a dúvida ficou”, completou.

Continue lendo

BemRural

FRANGO/CEPEA: Demanda externa cresce; preços sobem no Brasil

Publicado

por


Cepea, 08/04/2022 – A maior demanda internacional pela carne de frango motivou altas nos preços domésticos da proteína, segundo informações do Cepea. Com menor disponibilidade interna de muitos produtos, como peito e filé, vendedores seguem elevando as cotações, buscando garantir a margem frente ao custo de produção ainda alto. Além das exportações, o período de início de mês, com o recebimento do salário por parte da população, também favoreceu as altas nos preços. De acordo com dados da Secex, 385 mil toneladas de carne de frango foram exportadas em março, quantidade 13,3% acima da observada em fevereiro e ainda 4,8% maior que a exportada em março/21. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana