conecte-se conosco


Mato Grosso

Após trabalhar em apoio, professora passa em concurso e assume sala de aula

Publicado

A professora de Ciências Físicas e Biológicas, Suelen da Veiga Borges Leão, conhece como ninguém o chão da escola. Ela é um exemplo de profissional da educação, que vem de outro setor, até chegar à sala de aula. Suelen tomou posse no mês de setembro como professora efetiva na Escola Estadual Rodolfo Augusto Trechaud Curvo, em Cuiabá, onde já trabalhava como apoio atuando na limpeza há cerca de um ano e meio.

Além de licenciatura em Ciências, Suelen concluiu o mestrado na área ambiental reforçando a sua meta de estar preparada para ser professora, não só habilitada, mas sempre atualizada.

A professora afirma que o investimento em educação é recomepensador, pois só através dela, é possível alcançar lugares mais altos. “Vale a pena a pessoa colocar todas as fichas na educação, pois ela é fundamental para tudo. Saí do cargo de apoio para professora. Todo mundo pode conseguir. Basta investir em educação”, assegura.

Suelen relata que a experiência como apoio administrativo é única, pois quando o profissional inicia a carreira como professor, não conhece como funciona a engrenagem da educação, os demais segmentos dos profissionais da educação. A professora explica que durante 18 meses que atuou na limpeza, teve chance de conhecer o pensamento das pessoas que estavam ao seu redor e ocupando o mesmo cargo.

“Ao trabalhar como apoio, descobri que, em muitas ocasiões, em reuniões, o professor é colocado em primeiro lugar e as opiniões dos demais profissionais são sempre esquecidas”, conta.

Leia mais:  Menino chegou morto ao hospital e mãe e a companheira são presas suspeitas do crime em Nova Marilândia

Suelen ressalta que, a diferença mesma é sentida no comportamento do aluno no pátio, no momento do intervalo, pois da sala do professor, não dá para perceber o que o aluno faz. “É na função de apoio que notamos como agem os alunos no pátio. Como professora agora é possível comparar esse comportamento com o que faz em sala de aula”, avalia.

Outro ponto que chamou a atenção de Suelen é o desconhecimento dos alunos em relação aos demais profissionais da escola. Ao assumir um cargo de professora, Suelen leciona para cerca de 300 alunos. Desse total, somente três perceberam que ela largou o balde e rodinha para entrar em sala de aula.

“Para mim foi uma surpresa. Três alunos me parabenizaram e falaram comigo. Os demais nem sabiam. Isso comprova que a equipe de apoio não é vista pelos alunos. Falta comunicação entre a sala de aula e a equipe de apoio”.  


Suelen explica que agora, o maior desafio é enfrentar a disciplina e também se adequar com o conteúdo, uma vez que ficou quase dois anos sem lecionar. “A educação evolui e é preciso acompanhar e, por isso, estou participando de todos os cursos de formação”.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Mato Grosso

Mato Grosso oferta 1.269 vagas de emprego pelo Sine

Publicado

por

Mato Grosso oferece 1.269 vagas de emprego nesta semana. Aqueles que estão em busca de uma oportunidade de trabalho podem procurar os postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine-MT) espalhados pelo estado. Os moradores de Cuiabá e Várzea Grande têm 123 oportunidades de empregos disponíveis. Nestas cidades estão abertas 20 vagas para pessoas com deficiência (PCD).

Conforme o painel de vagas do Sine, as demais vagas estão distribuídas nos outros 26 municípios. Em Sapezal (a 529 km da capital) são 363 vagas de trabalho nas funções de ajudante de eletricista, analista de recursos humanos, auxiliar administrativo, auxiliar de cozinha, borracheiro, pedreiro, safrista e soldador.

No município de Sinop (480 km da capital) são 164 vagas nas áreas de açougueiro, auxiliar de cozinha, assistente de vendas, chapeador, classificador de grãos, empacotador, a mão, empregado doméstico nos serviços gerais, encanador e marceneiro.

Já em Lucas do Rio Verde (335 Km da capital) são 145 oportunidades. Entre as vagas ofertadas estão: armador de ferros, atendedor de balcão, auxiliar contábil, caseiro, confeiteiro, estoquista, farmacêutico, gerente comercial e jardineiro.

Atendimento

Além do trabalho de intermediação de mão-de-obra, o Sine realiza serviços de habilitação do seguro desemprego, emissão de carteira de trabalho e previdência social. É preciso verificar na unidade a disponibilidade das vagas, que são ofertadas diariamente.


Os interessados em fazerem parte do banco de dados, podem comparecer aos postos de atendimento, portando documentos pessoais, carteira de trabalho e comprovante de residência, facilitando os trâmites.

Leia mais:  Três são presos por roubo e por atirar contra viatura da PM

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Pagamento do Bolsa Família está disponível para saque

Publicado

por

O primeiro período de pagamento do Bolsa Família do ano de 2020 iniciou em 20 de janeiro e está disponível para saque. É importante que as famílias beneficiárias consultem o Calendário de Pagamentos do Programa nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) ou pelo site do Ministério da Cidadania (MC).

De acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Cidadania, em janeiro de 2020, o Programa em Mato Grosso vai atender 145.427 mil famílias e transferir R$ 24,8 milhões, com um valor médio de 171,05 por benefício. Em todo o País, cerca de 13 milhões de famílias estarão com o benefício liberado e conseguirão realizar o saque nos locais de pagamento.

A superintendente de Benefícios, Programas e Projetos Socioassistenciais do SUAS, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Cristina Caputi, explica que para receber o benefício, a família precisa ter os dados atualizados no Cadastro Único nos últimos 24 meses. É importante também que não haja divergência entre as informações declaradas no Cadastro e outras bases do Governo Federal. 

A concessão do benefício do Bolsa Família, ocorre de modo automatizado e impessoal, com base nas informações  registradas e atualizadas pelo município no sistema do Cadastro Único. Com base nesses dados, o MC seleciona as famílias que receberão o benefício.  

Novos beneficiários

Ao entrar no Programa, as famílias recebem, pelos Correios, no endereço informado durante o cadastramento, duas cartas encaminhadas pela CAIXA: a 1ª com informações gerais sobre o PBF, e a 2ª com o Cartão Bolsa Família.

Leia mais:  CGE pede que Judiciário comunique sobre medidas protetivas concedidas a servidoras

O cartão é o principal meio de saque do benefício, gerado automaticamente para todas as novas famílias beneficiárias, no nome do responsável familiar. Com o Cartão Bolsa Família, o beneficiário saca o valor integral do benefício. Cada parcela tem validade para saque de 90 dias. Caso a família não receba o cartão, o beneficiário deve ligar na Central de Atendimento CAIXA ao Cidadão – 0800 726 0207-, para verificar a localização do cartão ou solicitar uma segunda via, se for o caso.

Programa Bolsa Família


O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda com condicionalidades, que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. O Programa tem como objetivo assegurar o direito à alimentação adequada, promovendo a segurança alimentar e nutricional e contribuindo para a conquista da cidadania da população mais vulnerável à fome. Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente, e como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de Saúde e Educação.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana