conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Polícia

Após discussão, pai e filho são atingidos por golpes de facão na Vila Esmeralda

Publicado

Facão utilizado no crime foi apreendido pela PM

Uma discussão entre patrão e funcionário terminou em tentativa de homicídio ocorrida na tarde deste domingo, em uma propriedade rural localizada na região da grande Esmeralda, próximo ao Parque de Exposições de Tangará da Serra.

De acordo com as informações repassadas à reportagem pela Polícia Militar, acionada para comparecer ao local no instante em que o atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) também foi acionado, pai e filho alegam que foram agredidos por um funcionário da empresa da qual são proprietários.

Ainda no domingo, pouco antes das agressões se concretizarem, o dono da empresa, de 47 anos, teria se envolvido em uma intensa discussão por telefone com um dos funcionários, de 53 anos.

Mais tarde, pai e filho retornaram ao local, onde informaram à polícia, que como de costume, foram tratar de alguns animais que ali são criados. Nesse momento, a vítima de 47 anos teria avistado um homem escondido em uma área de mato, próximo de onde estaria seu filho, de 21 anos.

Rapidamente ele se aproximou e reconheceu o indivíduo escondido, sendo, segundo ele, seu próprio funcionário com um facão na mão. Uma nova discussão iniciou e o suspeito teria iniciado as agressões, desferindo golpes contra o patrão e posteriormente contra seu filho, que tentou impedir o ataque ao pai.

Em meio à luta corporal iniciada, o jovem conseguiu derrubar o facão. A susposta vítima de 47 anos pegou o objeto e revidou as agressões contra o suspeito que deixou o local. A polícia e o SAMU foram acionados para o resgate dos envolvidos.

Suspeito de agressão alega que também é vítima

O suspeito, segundo a PM, foi encontrado ferido nos fundos da propriedade. Ele afirma que foi agredido, e não agressor. Sua motocicleta também foi localizada em uma estrada de terra nas proximidades, escondida. Todos foram encaminhados para atendimento médico e o caso continuará sendo investigado.

Comentários Facebook

Cidades

Quatro morrem carbonizados e um fica ferido em acidente na BR-364

Publicado

Quatro pessoas morreram carbonizadas nesta segunda-feira, 04, após uma grave colisão entre uma Toyota Hilux e uma carreta, na BR-364, entre Comodoro e Campos de Júlio (389 e 313 km de Tangará da Serra, respectivamente). Além dos mortos, uma pessoa ficou gravemente ferida.

Veja abaixo o vídeo do acidente

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os dois veículos bateram de frente. O trecho na região está interditado para o atendimento da ocorrência.

Vídeo do local do acidente mostra o estrago. A caminhonete partiu ao meio com a batida. A carroceria ficou “para trás” e a cabine foi arrastada alguns metros. Veja vídeo no fim da matéria.

Nas imagens é possível ver bastante fumaça no local e alguns focos de incêndio às margens da pista.

O vídeo também mostra o corpo de um homem carbonizado no meio da pista e outros dois dentro da Hilux. “Gente queimando vivo aqui, gente, que acidente horrível. Você está doido”, narra.

O homem que gravou as imagens ainda conta que o motorista da carreta estava vivo dentro do veículo.

ATENÇÃO: IMAGENS SÃO FORTES

Com Repórter MT

Continue lendo

Barra do Bugres

Pai e filhos são presos na Barra por matar homem com tiro e golpes de facão em Alagoas

Publicado

O Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Tangará da Serra, coordenado pelo Delegado Adil Pinheiro de Paula, com apoio da Delegacia de Barra do Bugres e atendendo a uma solicitação do Núcleo de Inteligência da SSP de Alagoas, cumpriu nesta manhã de quinta-feira, 30, três mandados de prisão pelo crime de homícidio.

Os três indivíduos presos são pai e filhos. O crime aconteceu no Assentamento São Luiz, Povoado de Ouricuri, zona rural da cidade de Atalaia no Estado de Alagoas.

Segundo o Delegado Adil Pinheiro, os suspeitos em dezembro de 2012 assassinaram a vítima Jakson Batista da Silva com disparo de arma de fogo e golpes de facão. Os criminosos estavam escondidos em Barra do Bugres.

De acordo com a PJC, os presos passaram por exame de corpo delito e foram encaminhados para a Cadeia Pública de Barra do Bugres, onde ficam a disposição da justiça.

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana