conecte-se conosco


BemRural

Após 40 anos de espera, pavimentação da BR-163 é concluída pelo Exército Brasileiro

Publicado

O Exército concluiu no último sábado (23) a obra de pavimentação asfáltica da rodovia BR-163, trecho que liga Mato Grosso ao município de Miritituba, no Pará.

Foto: DNIT/ Divulgação

Pouco mais de quatro décadas após a sua inauguração (1976), a pavimentação total da estrada finalmente se tornou realidade. A informação foi divulgada neste fim de semana nas redes sociais do Exército Brasileiro, e repostada pelo Ministro dos Transportes, Tarcísio Gomes de Freitas.

“Dia 23 de novembro é um dia histórico. Nessa data, nossa #engenharia interligou toda a BR-163 com revestimento asfáltico. Agora, o usuário não percorrerá mais estrada de chão. Para que seja concluída a primeira fase da obra, faltam apenas duas faixas de 1.500 metros cada”.

A BR-163 é uma das principais vias de acesso aos portos do chamado Arco Norte, usados para a exportação de soja e milho do país. Foto:Agência Brasil

No início deste ano, ainda restavam 51 quilômetros da BR-163 no Pará para serem pavimentados. A conclusão da obra deve tornar mais barato o custo para transportar grãos de Mato Grosso para Miritituba. Pelo menos é o que espera o agricultor Leonildo Bares, que planta soja e milho em Sinop, médio-norte do estado.

“Há dois anos as tradings descontavam do que pagavam pra gente o valor do frete para o porto de Paranaguá-PR (R$ 320,00/ton) mas escoavam parte da produção para Miritituba-PA com custo menor que esse (R$ 180,00/ton) sem repassar a diferença para nós. Agora, com a BR-163 concluída, esperamos que elas sejam justas e descontem o valor real do preço para Miritituba-PA. Caso elas façam isso, o valor começa a ficar um pouco mais atrativo para o produtor rural, porque a logística começa a ficar menos pesada pra nós”, conclui.

Pelas contas do Movimento Pró-logística, a pavimentação total da BR-163 pode gerar uma economia anual de aproximadamente R$ 600 milhões ao setor produtivo. A previsão é de que pela estrada asfaltada passem cerca de 13 milhões de toneladas de soja e milho no ano que vem, 3 milhões de toneladas a mais do que este ano.

 

 

 

 

 

Fonte:CanalRural

 

 

 

 

Comentários Facebook

BemRural

FRANGO/CEPEA: Poder de compra frente ao farelo de soja é o mais baixo em 2 anos

Publicado

por


.

Cepea, 29/05/20 – As cotações do frango vivo seguem em queda no mercado brasileiro, enquanto os preços do farelo de soja, importante insumo utilizado na atividade avícola, estão em alta. De acordo com pesquisadores do Cepea, esse cenário levou ao pior poder de compra do avicultor em dois anos. No mercado de frango vivo, a demanda final desaquecida tem pressionado os valores de toda a cadeia. Agentes da indústria apontam que os estoques de carne de frango estão em alta, o que, consequentemente, reduz a procura por novos lotes de animais. Para o farelo de soja, segundo a Equipe Grãos/Cepea, o alto valor da matéria-prima, principalmente por conta do câmbio em patamar recorde, elevou as cotações do derivado. Vale ressaltar que, frente ao milho, o poder de compra aumentou, visto que as cotações do cereal estão em queda. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Continue lendo

BemRural

CITROS/CEPEA: Vendas seguem lentas e preços, em queda

Publicado

por


.

Cepea, 29/05/20 – As vendas de laranja de mesa estão desaquecidas, devido ao clima mais frio em São Paulo, ao período de final do mês e à antecipação de feriados, conforme indicam pesquisadores do Cepea. Além disso, a elevada oferta de laranjas da nova temporada (2020/21) segue pressionando as cotações de todas as variedades, com absorção ainda limitada pela indústria. Assim, de segunda a quinta-feira, o preço médio da variedade pera é de R$ 24,90/cx de 40,8 kg, na árvore, 3,2% inferior à semana anterior. De acordo com produtores consultados pelo Cepea, as menores temperaturas registradas desde a semana passada devem intensificar a coloração das frutas no pé, permitindo melhor escoamento das frutas no mercado, já que é uma das exigências priorizadas neste ramo. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana