conecte-se conosco


Mato Grosso

Ações do Governo de MT beneficiam famílias de Nossa Senhora do Livramento

Publicado


.

O Governo de Mato Grosso, por meio da campanha Vem Ser Mais Solidário e do programa Aconchego, tem amparado diversos municípios do Estado com doações de cestas básicas e cobertores. 

Na quarta-feira (05.08), famílias carentes assistidas pelas Associações de Pessoa com Deficiência e Produtores Rurais de Moradores e Trabalhadores da comunidade Pai André, localizadas no município de Nossa Senhora do Livramento (a 38 km de Cuiabá) foram beneficiadas com a iniciativa.

A ação social é liderada de forma voluntária pela primeira-dama, Virginia Mendes, e executada pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc). No município, as entregas foram realizadas pelo secretário adjunto de Assuntos Comunitários da Setasc, Édio Martins.

“Estamos percorrendo os municípios, entregando alimentos e cobertores com o compromisso de garantir dignidade às pessoas que tanto precisam e enfrentam momentos difíceis com a pandemia. Esse é o propósito do nosso Governo, estar mais próximo da população mato-grossense com uma mão amiga”, destacou em seu discurso.

Terezinha de Assunção, 64 anos, foi uma das beneficiadas na Associação de Pessoa com Deficiência, onde foram entregues 180 cestas básicas e mesma quantidade em cobertores.

“Essa doação é uma benção que Deus mandou para o nosso povo que é tão humilde. É uma ajuda em tanto. A gente agradece muito pela colaboração da primeira-dama com todos que estão aqui”, comentou.

Clarindo Romeu dos Santos, 35 anos, é atendido pela Associação devido a uma paralisia infantil. Ele contou que antes da pandemia trabalhava na noite como músico para complementar a renda, mas que agora impossibilitado de cantar, tem enfrentado dificuldades.

“A minha situação está bem difícil. Sou eu que sustento a minha casa e, sem poder trabalhar, estou sobrevivendo apenas com o benefício que recebo. A cesta vai ajudar muito”, relatou.

O presidente da Associação, Rubiley Carlos dos Santos, explicou que na região há muitos moradores idosos com algum tipo de deficiência que se enquadram no grupo de risco e precisam de todo tipo de ajuda.

“A maioria das pessoas aqui são idosos e estão fragilizados com o quadro de pandemia. Agradeço por essa iniciativa do Governo e da primeira-dama que vem fazendo este trabalho muito especial para as pessoas carentes”, pontuou.

Na Associação de Produtores Rurais de Moradores e Trabalhadores da comunidade Pai André, do município, foram distribuídos 100 cestas básicas e cobertores as famílias que se encontram em vulnerabilidade social.

Joanice Honória da Silva, 55 anos, uma das contempladas, disse que a visita trouxe um sentimento de gratidão. “Estou muito feliz porque a nossa comunidade é muito carente e todos precisam de ajuda. Só tenho que agradecer”, agradeceu.

O aposentado José Arcanjo, 70 anos, também beneficiados com as cestas falou que mantimentos chegaram na hora certa. “Eu cuido do meu filho que não pode trabalhar, então nos mantemos só com a minha renda. É muito boa essa ajuda que a primeira-dama mandou para nós”, disse.

A representante da Associação, Maria Graciela, reforçou que a presença do Estado significa respaldo para as reivindicações da comunidade. “É a primeira vez que o Governo atende a nossa comunidade com doações. Não temos transportes para buscar os alimentos e nos sentíamos até esquecidos. Ficamos muito felizes com essa visita”, finalizou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Falha no pagamento de 4,3 mil contratados da Seduc é identificada; técnicos trabalham para corrigir

Publicado

por


As Secretarias de Estado de Educação (Seduc) e de Planejamento e Gestão (Seplag) identificaram uma falha no processamento da folha de pagamento. O fato não irá prejudicar o pagamento dos servidores públicos efetivos, pensionistas, aposentados e comissionados.

A falha técnica ocasionou o erro no lançamento do salário de cerca de 4,3 mil servidores contratados da Seduc.

Esses funcionários da Educação irão receber o equivalente a 66% do valor total do salário, no pagamento que será efetuado na tarde desta sexta-feira (27.11), após as 18h.

Os técnicos das duas secretarias trabalham nesse momento para corrigir a falha de comunicação que ocorreu entre os sistemas da Seduc e da Seplag. Contudo, já informaram que o problema será solucionado em uma folha complementar, que deverá ser quitada nos próximos dias.

As duas secretarias lamentam o ocorrido e se esforçam para resolver a situação o mais rápido possível e ressaltam que os demais servidores não sofrerão qualquer problema no recebimento do salário.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governador: “Objetivo é manter padrão de excelência nessas rodovias pelos próximos 30 anos”

Publicado

por


O governador Mauro Mendes afirmou que a concessão de três lotes de estradas de Mato Grosso à iniciativa privada tem o objetivo de “manter padrão de excelência nessas rodovias pelos próximos 30 anos”.

O leilão dos lotes ocorreu nesta quinta-feira (26.11), na sede da Bolsa de Valores da B3, em São Paulo, e foi acompanhado pelo governador e pelos secretários de Estado, Mauro Carvalho (Casa Civil) e Marcelo de Oliveira (Infraestrutura e Logística), além da equipe técnica do Governo de Mato Grosso.

Os três lotes de estradas compreendem 512 km de trechos entre Primavera do Leste e Paranatinga, Jangada e Itanorte, e Tabaporã e Sinop, nas regiões Sudeste, Centro-Sul e Norte do Estado. As concessionárias Via Norte Sul, Via Brasil e Primavera MT-130 arremataram um lote cada, na ordem mencionada.

“O objetivo dessas concessões é conseguirmos ao longo dos próximos 30 anos manter um padrão de excelência nessas rodovias, contribuindo com a logística e com a infraestrutura, fundamentais em um Estado tão produtivo como o nosso”, destacou o governador. 

O contrato de concessão tem duração de 30 anos para cada trecho e os vencedores do leilão deverão executar serviços de conservação, recuperação, manutenção, implantação de melhorias e operação rodoviária.

De acordo com Mauro Mendes, o modelo de concessão tem dado certo nos países desenvolvidos e traz muito benefícios à população, que passa a contar com rodovias bem conservadas e redução de acidentes de trânsito e de custos com manutenção dos veículos que transitam nesses locais.

“Em 2021, traremos novos trechos para leilão e até 2022 nós queremos colocar mais 1900 km de rodovias para concessão”, adiantou.

Mauro Mendes pontuou que a concessão é um importante passo para melhorar o escoamento da produção de Mato Grosso, maior produtor nacional de grãos. 

“Não tenho dúvida nenhuma que o Estado de Mato Grosso vai superar nos próximos anos a casa de 100 toneladas/ano em produção. Temos área e condição para expandir de forma sustentável. Isso cria no nosso estado grandes oportunidades”, mencionou.

Ainda segundo o governador, as concessões vão melhorar a qualidade de vida da população e acelerar o desenvolvimento econômico das regiões pelas quais as rodovias passam. 

Outra vantagem das concessões é que os serviços de conservação, recuperação, manutenção e implantação de melhorias rodoviárias serão executados pela iniciativa privada, trazendo ao Governo de Mato Grosso uma economia estimada de R$ 3,3 bilhões. Esses valores serão usados para outras obras de Infraestrutura, como novas pavimentações e construção de pontes. 

“Ao passar para a iniciativa privada esses três lotes, somando-se aos outros que nós temos e aos outros que virão, não temos dúvida nenhuma que poderemos prosseguir com o nosso plano estratégico de melhoria da logística do Estado de Mato Grosso”, completou.

Além dessas rodovias em leilão, o Governo de Mato Grosso já possui sete outros contratos de concessão comum vigentes, totalizando 923,4 quilômetros de rodovias. 

Os lotes

Foram concedidos três lotes à iniciativa privada: o Lote 1, com 138,4 quilômetros da MT-220, no trecho entre Tabaporã e Sinop; o Lote 2, com 233,2 quilômetros, das rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480, nos trechos de Jangada a Itanorte; e o Lote 3, com 140,6 quilômetros da MT-130, entre Primavera do Leste e Paranatinga.

Para o Lote 1, entre Tabaporã e Sinop, estão estimados investimentos de R$ 749,502 milhões em melhorias diretamente na rodovia. 

No lote 2, entre Jangada a Itanorte, estão previstos investimento de R$ 1,571 bilhão. 

Já para o lote 3, entre Primavera do Leste a Paranatinga, o investimento previsto é de R$ 1,020 bilhão, totalizando os R$ 3,341 bilhões.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana