conecte-se conosco


Barra do Bugres

Mãe, filho e passageiro morrem em acidente que deixou outros 2 feridos

Publicado

Uma mulher, o filho dela e um passageiro morreram na madrugada deste domingo (15) em um acidente na MT-343 em Barra do Bugres. O acidente envolveu dois carros de passeio.

Segundo a Polícia Militar, morreram no acidente Jessica Tatiane Batista de Lima e o filho dela, Rhuan Victor Batista dos Santos, de 12 anos. O terceiro morto não teve o nome divulgado.

O acidente ocorreu às 5h (horário de Mato Grosso) e deixou outros dois feridos. Jessica, o filho e o marido dela estavam em um carro que foi atingido por outro veículo. Esse segundo veículo era ocupado pelo motorista e o passageiro, que morreu.

Os dois voltavam de uma festa quando o acidente aconteceu. Mãe e filho morreram no local, assim como o passageiro do outro veículo.

Os dois motoristas foram encaminhados ao Hospital Municipal de Barra do Bugres. Um deles foi transferido para Cuiabá e o segundo também será encaminhado para a capital. As causas do acidente são desconhecidas e serão investigadas pela Polícia Civil. Ainda não há informações sobre o local do velório das vítimas. (Fonte G1/Foto acidente: Barra On Line)

Comentários Facebook

Barra do Bugres

PM apreende 897 quilos de pescado em área de reserva indígena em Barra do Bugres e Porto Estrela

Publicado

Policiais do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental prenderam uma pessoa e apreenderam 897 quilos de pescado ilegal. Foram duas ações distintas na noite de sexta-feira (14), nas MTs 246 e 343, nos municípios de Barra do Bugres e Porto Estrela.

Dezenas de peixes de espécies nobres, principalmente o pintado, estavam sem as cabeças, uma das características da pesca predatória. Além da apreensão do pescado e de dois veículos usados no transporte, os policiais também aplicaram R$ 18 mil em multas por pesca e transporte ilegal.

Uma das apreensões, de 685 quilos, feita em Porto Estrela, na MT-343, ocorreu no trevo de acesso à aldeia indígena Humutina, que é cortada pelo Rio Bugres, um dos mais piscosos do Estado. O motorista de um dos veículos que transportava peixe conseguiu fugir por uma área de mata fechada no momento em que os policiais faziam a revista e checagem do carro.

Essa é a segunda grande apreensão de pescado irregular na região esta semana. Na quinta-feira (13), em Barra do Bugres, policiais do Batalhão Ambiental prenderam um homem que transportava 155 quilos de peixe da espécie cachara.


Em ambos os casos os peixes apreendidos foram doados para instituições filantrópicas como as associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Barra do Bugres e Porto Estrela, ‘SOS’ Criança de Barra do Bugres e Faculdade Indígena da Unemat.

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres

Batalhão Ambiental apreende 155 quilos de pescado avaliado em R$18 mil em Barra do Bugres

Publicado

Equipes do Batalhão de Proteção Ambiental apreenderam nesta quinta-feira (13), 234 quilos de pescado das espécies jaú e cachara em Poxoréu e Barra do Bugres.

Quatro homens foram conduzidos à delegacia por crime ambiental. Em Poxoréu, conforme o boletim de ocorrência, agentes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) denunciaram que pescadores estariam praticando pesca predatória, na região conhecida como ‘Água Emendadas’, no distrito de Jarudore.

Foram montadas duas barreiras na região. Em uma delas, um veículo Fiat Strada branco, com cinco homens recebeu ordem de parada, mas não obedeceu. Foi iniciado o acompanhamento pela MT-130, quando dois homens que estavam na carroceria do veículo, pularam e fugiram por uma região de mata fechada. Ainda em alta velocidade, já próximo da cidade de Poxoréu o motorista parou no acostamento.

Dentro do veículo estavam 31 quilos de pintado e 48 quilos de jaú, e várias peças fora da medida mínima exigida por lei, além de uma rede de arrasto de 25 metros, caracterizando crime ambiental.


Já em Barra do Bugres, os policiais estavam em ronda quando solicitaram ordem de parada ao motorista que conduzia um Gol. Dentro do carro estavam 34 peixes da espécie cachara, totalizando 155 quilos. Consta no boletim de ocorrência, que o valor do pescado seria cerca de R$ 18 mil. Nas duas ocorrências, o pescado foi doado a uma instituição, conforme recibo entregue nas delegacias das cidades. A rede de arrasto foi descaracterizada.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana