conecte-se conosco


Polícia

Ação Pátio Limpo é apresentada à equipe da regional de Cáceres

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Representantes da Delegacia Regional de Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá), da Polícia Judiciária Civil, participaram de uma reunião para conhecer o trabalho de prensagem de materiais apreendidos e deteriorados (sucatas), desenvolvido pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva).

A reunião foi realizada nesta quinta-feira (03.10), no prédio da Diretoria Geral, em Cuiabá, com o objetivo de difundir a experiência que está dando certo na unidade da Capital. Um dos focos da ação de prensa é a descontaminação e limpeza dos pátios das unidades policiais, as quais acumulam por anos bens inservíveis.

O delegado da Derrfva, Arnon Osny, apresentou o funcionamento da ação “pátio limpo”. Em setembro deste ano, a unidade realizou a segunda fase de prensagem de 250 veículos (motos, carros e caminhões), que estavam há décadas entulhados e aglomerados, aguardando destinações judiciais.

O delegado e assessor jurídico da PJC Joaquim Leitão Junior, falou sobre a criação de um manual que está sendo finalizado como procedimento padrão, visando facilitar aos gestores de todas as delegacias do Estado, a execução do trabalho.

Com essas medidas adotadas, a Polícia Civil busca garantir locais de trabalho limpos, tanto para o servidor, com também para a sociedade, além de contribuir com o meio ambiente e a saúde pública.

Conforme o delegado-geral Mario Dermeval, a idéia é orientar e conscientizar sobre a importância dos terrenos limpos, e através desse trabalho criado pela Derrfva, mostrar aos demais colegas os benefícios.

“Além de solucionar o problema do grande passivo das delegacias, os espaços limpos, sem sucatas e ferros velhos, poderão servir para futuras ampliações das próprias delegacias”, destacou Mario Dermeval.


Também  participaram da reunião, o delegado regional de Cáceres, Alex Cuiabano, a titular da Delegacia Especial de Fronteira, Cinthia Gomes da Rocha, e o delegado da Gecat, Eduardo Botelho.

Leia mais:  Polícia Civil recupera 28 cabeças de gado furtadas em Pontes e Lacerda

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Polícia

Duas motocicletas roubadas são recuperadas pela PM em Tangará da Serra

Publicado

Policiais Militares do 7º Batalhão de Tangará da Serra recuperaram duas motocicletas com queixa de furto nesta semana.

Na terça-feira (03) a Força Tática, após denúncia, localizou uma motocicleta abandonada na região do córrego das pedras. Conforme registro, o veículo placa KAG-4447, apresentava registro de roubo. Já na quarta-feira (04) a equipe durante patrulhamento no bairro Jardim Santiago, avistou um suspeito que ao se deparar com a polícia, fugiu e abandou a motocicleta sem placa e fugiu correndo. Em checagem confirmaram que a moto era furtada.


Os suspeitos seguem foragidos, e os veículos foram entregues à Central de Flagrantes e as vítimas foram avisadas sobre a recuperação.

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil desarticula grupo criminoso envolvido em assaltos em propriedades rurais
Continue lendo

Polícia

Polícia Civil cumpre novo mandado de prisão contra suspeito de crime sexual e ameaça

Publicado

por

Assessoria/PJC-MT

Equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (Dedm) cumpriu no início da noite desta quarta-feira (04.12) um mandado de prisão preventiva contra o jornalista L.H.M.A, 38 anos, pelos crimes de estupro tentado e ameaça em um dos inquéritos que tramita na unidade policial.

O mandado de prisão, cumprido em uma unidade prisional da Capital onde o suspeito já está detido, foi representado pela delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, que preside cinco inquéritos instaurados na Delegacia da Mulher.

“Os casos investigados são gravíssimos. As investigações não basearam-se apenas nas declarações das vítimas, o que por si só tem grande credibilidade em crimes dessa natureza. Há um vasto conjunto de informações nos autos, principalmente depoimentos de testemunhas que ratificaram grande parte do narrado pelas vítimas,” declara a delegada.

O suspeito é investigado na delegacia especializada da Capital por diversos crimes contra a dignidade sexual, sendo que, que até a presente data, foram registrados dez boletins de ocorrências contra ele.


Ele já estava preso por força de outro mandado de prisão em um dos inquéritos que investiga estupro tentado, importunação sexual, ameaça e gravação não autorizada da intimidade sexual. A primeira prisão ocorreu em virtude de descumprimento de medida protetiva de urgência.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Suspeitos presos por receptação negam o crime a apresentam notas fiscais dos produtos
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana