conecte-se conosco


Entretenimento

Academia Brasileira de Letras imortaliza romancista Ignácio de Loyola Brandão

Publicado

Nesta quinta-feira (14), a Academia Brasileira de Letras (ABL) decidiu, por unanimidade, imortalizar o escritor e jornalista Ignácio de Loyola Brandão, com a cadeira de número 11, de seu Quadro de Membros Efetivos. A vaga foi anteriormente preenchida pelo jurista Helio Jaguaribe, que morreu em 10 de setembro de 2018.


Academia Brasileira de Letras elege Ignácio de Loyola Brandão
Divulgação

Academia Brasileira de Letras elege Ignácio de Loyola Brandão

Leia também: Cineasta Cacá Diegues ganha cadeira na Academia Brasileira de Letras

Depois que a votação aconteceu, Marco Lucchesi, o presidente da Academia Brasileira de Letras cumpriu a tradição e realizou uma queima dos votos. O romancista Ignácio recebeu todos os 31 votos possíveis por parte da Academia Brasileira de Letras
.

Os outros concorrentes à vaga na cadeira 11 eram Eloi Angelos Ghio D’Aracosia, Placidino Guerrieri Brigagão, José Roberto Guedes de Oliveira, Remilson Soares Candeia, José Itamar Abreu Costa, Marilena Barreiros Salazar, Raquel Naveira, Felisbelo da Silva, Sérgio Caldeira de Araújo, Rodrigo Cabrera Gonzales e Lucas Menezes.

Por outro lado, a cadeira 11, outrora preenchida pelo acadêmico e jurista Helio Jaguaribe
, também já carregou grandes nomes, como: Lúcio de Mendonça (fundador) – que escolheu como patrono Fagundes Varela –, Pedro Lessa, Eduardo Ramos, João Luís Alves, Adelmar Tavares, Deolindo Couto, Darcy Ribeiro e Celso Furtado.

Leia também: Poeta Antônio Cícero é eleito imortal da Academia Brasileira de Letras

Ignácio de Loyola Brandão já lançou mais de 40 livros 


Academia Brasileira de Letras elege Ignácio de Loyola Brandão
Reprodução/Globonews

Academia Brasileira de Letras elege Ignácio de Loyola Brandão

O romancista nasceu em Araraquara, São Paulo, em 1936. Sua carreira como jornalista teve início já em sua juventude. Teve passagem no jornal Última Hora
e nas revistas Claudia
, Realidade
, Setenta
, Planeta
, Ciência e Vida
, Lui
e Vogue
. Ignácio de Loyola Brandão
é conhecido também por suas crônicas quinzenais publicadas em  O Estado de S. Paulo
.

Leia também: Dez novos autores brasileiros para ficar de olho

Dentre sua vasta coleção de livros lançados, que chega aos 40 volumes, o recém imortalizado pela Academia Brasileira de Letras
conta com trabalhos como “A rua de nomes no ar” (1988), “Strip-tease de Gilda” (1995), “Sonhando com o demônio” (1998). O romance mais recente de Ignácio foi lançado em 2018, intitulado “Desta Terra Nada Vai Sobrar, A Não Ser O Vento Que Sopra Sobre Ela”.

Comentários Facebook

Entretenimento

Felipe Neto acusa Neymar de não se importar com vidas negras e cobra craque

Publicado

por


source

O nome de Felipe Neto amanheceu nesta segunda-feira (1) como um dos assuntos mais comentado do Twitter. O motivo é porque desta vez o youtuber decidiu cobrar um posicionamento de Neymar sobre os atos de racismo que acontecem no Brasil e no mundo, após uma semana marcada por manifestações antirracistas nos Estados Unidos.

Felipe Neto e Neymar
Reprodução/Instagram

Felipe Neto e Neymar


Com uma sequência de tweets de Neymar, Felipe Neto escreveu: “Vidas negras importam. Mas nem todo mundo se importa”. Desde o início do mês passado, o  youtuber tem cobrado posicionamentos políticos de influenciadores e figuras públicas e acusou que quem se cala perante um “governo fascista, também é fascista”.


Na rede social, a atitude do youtuber não foi tão bem recebida e foi motivo de críticas. “Neymar é um homem negro que até então não tomou consciência racial, o que é extremamente triste. Mas assim o Felipe Neto é um homem branco que só se posiciona p ganhar like e RT e na maioria das vezes erroneamente. Eu não tenho paciência para dar palco pra esse jumento”, escreveu uma. “Tipo o Felipe Neto cobrando o Neymar é o porquê da gente precisar tomar cuidado ao se posicionar tipo irmão calma lá você é branco”, disse outro.

Leia também: Youtuber rebate Felipe Neto após cobrança de posicionamento político de famosos







Mas também houve quem concordou com o posicionamento de Felipe Neto e justificou. ” Felipe Neto não falou nenhuma mentira sobre Neymar. O cara é um completo insentão. Várias coisas acontecem e ele felizão na bolha dele. Agora se o assunto for BBB e se posiciona. Ele joga y joga e é tombado y tombado”, explicou uma. “Eu tenho certeza que o Neymar esquece as vezes que ele é preto, o cara se isola na bolha dele e esquece o mundo”, comentou outro.







Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Dr. Rey luta por vaga de Ministro da Saúde: “Intenção é ajudar minha pátria”

Publicado

por


source

Formado em medicina nos Estados Unidos com cursos de especializações em instituições mundialmente conhecidas como a Universidade Harvard, Dr. Robert Rey acreditava ter condições de assumir o ministério da Saúde . E a primeira coisa que ele fez assim que Nelson Teich deixou o cargo foi mandar um vídeo se colocando à disposição de Bolsonaro . Só que o médico, conhecido como Dr. Hollywood por causa do reality sobre cirurgias plásticas, não esperava a enxurrada de críticas e até zoações.

Dr. Rey
Reprodução

Dr. Rey


Leia também: Zezé di Camargo diz que apoia e “votaria novamente em Bolsonaro”

“Não sei por que me zoaram. Eu não quero nada do Brasil e os meus diplomas mostram a minha capacidade. É mais fácil rejeitar e zoar das pessoas. Como eu tenho zero autoestima, a minha mãe limpava chão e eu fui criado em uma favela que não existe mais na Ilhabela, periodicamente, eu volto ao Brasil querendo ajudar. Sempre zoado, sempre rejeitado e com vários memes. Eu queria trazer a ciência, o que os gringos me ensinaram”, explicou à coluna Robert Rey , paulista, filho de engenheiro americano e uma faxineira gaúcha.

Desapontado, humilhado e revoltado, como ele próprio se define, Rey revela que tinha todo o planejamento para controlar a pandemia e um remédio novo recém-descoberto nos Estados Unidos. “É um medicamento feito aqui na Califórnia e que foi letal contra o Ebola e está funcionando maravilhosamente na medicina americana. Não quiseram me ouvir. Fui zoado todos os dias. Se me perguntarem o motivo, eu não sei. Será que é porque eu tenho a voz um pouco feminina, o jeito feminino? Mas isso eu sempre tive, a minha família toda tem! Será porque eu fui um produto criado pela mídia e isso há 20 anos? Não sei. Tem que rir para não chorar. Mas eu tinha e tenho capacidade e conhecimento para o cargo”, garante.

Leia também: Danilo Gentili gera polêmica ao citar post de Bolsonaro e comparar com “Satanás”

Rey, que tentou duas vezes se eleger como deputado federal por São Paulo nas eleições de 2014 e 2018, revela que ainda está disposto a ajudar o Brasil no combate ao novo coronavírus. “Podem me rejeitar mil vezes, me zoar mil vezes porque a minha intenção é só ajudar a minha pátria. Dinheiro não é problema para mim. Nos Estados Unidos, eu faço 100 mil dólares por dia. É total perda de dinheiro voltar para o Brasil, mas eu volto por amor à pátria”.

Perguntado se ele largaria tudo, todos os negócios se fosse empossado ministro, Rey não titubeou. “Eu praticamente vivo no Brasil, viajo muito porque tenho casas, clínicas e negócios no mundo todo, mas eu moro praticamente no meu país. Não seria um problema pra mim. Eu só não estou agora na minha casa em São Paulo porque eu e minha família fomos muito humilhados”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana