conecte-se conosco

  • banner_Lorenzetti_1250x250

Entretenimento

“A Excêntrica Família de Gaspard” dá conotação sexual e libertária ao romance

Publicado

Terceiro longa-metragem de Antony Cordier
, “A Excêntrica Família de Gaspard” guarda alguma semelhança com seus dois longas anteriores, “À Flor da Pele” (2005) e “Para Poucos” (2010), já que se debruça maiormente sobre impulsos sexuais e o choque entre nossos aspectos mais primitivos e as convenções sociais no tocante as relações amorosas, mas se distingue dos outros por acomadar-se na esfera das comédias românticas.


Cena de A Excêntrica Família de Gaspard
Divulgação

Cena de A Excêntrica Família de Gaspard

Gaspard (Félix Moati) é um jovem de 25 anos que, depois de ficar afastado por anos, se reencontra com a família para a ocasião do novo casamento de seu pai. A caminho da casa, Gaspard conhece a jovem aventureira Laura (Laetitia Dosch) e a contrata para acompanhá-lo como sua namorada. A iniciativa soa estranha para o público e estranheza é um dos mais insaciáveis predicados de “A Excêntrica Família de Gaspard”
.


Cena de A Excêntrica Família de Gaspard, que estreia neste final de semana no País
Divulgação

Cena de A Excêntrica Família de Gaspard, que estreia neste final de semana no País

A família controla um zoológico e a relação de Gaspard com sua irmã Coline (Christa Théret), que frequentemente age como um urso (!), logo desponta como inortodoxa. Há um desejo latente dela por ele e o espectador não se furta a imaginar se essa não seria a razão do afastamento dele da família. 

O viés mulherengo do pai, que dorme com ex-namoradas e “acasala” com outra mulher às vésperas do próprio casamento ganham relevo nesse inusitado painel que é apresentado ao público. Assim como o razoável grau de tolerância vigente com as circunstâncias percebidas como anormais de Coline. O irmão mais velho de Gaspard namora uma tatuadora vegetariana que se ressente dele ter um zoológico e Laura suspeita que Gaspard seja gay e precise enganar sua família contratando uma falsa namorada.

Elevando os sentidos


Cena de A Excêntrica Família de Gaspard, já em cartaz nos cinemas
Divulgação

Cena de A Excêntrica Família de Gaspard, já em cartaz nos cinemas

Toda essa construção remete a um comentário, por vezes desarticulado, sobre como nossas convenções sociais e civilizatórias podem atentar contra nossa própria natureza e gerar conflitos, íntimos ou familiares, capazes de reverberar por anos e até mesmo nos anular. 

Cordier tem boa mão para cenas sensuais
e já havia provado isso em seus filmes anteriores. Aqui elas surgem envoltas em esquisitices, mas funcionam dentro do contexto sugerido. Especial atenção se faz recomendável à maneira como o cheiro e a sexualização inerente a ele se dá no filme. A atração e o desejo irrefreável são elementos bem traduzidos por essa vertente animalesca do sexo.

“A Excêntrica Família de Gaspard”
é uma comédia romântica, e o humor é bem francês, que se pretende fluída, incomum e cuja excentricidade ecoa no público, ainda que as ideias defendidas pelo cineasta se percam na esquisitice do todo.

Comentários Facebook

Entretenimento

Zezé Di Camargo e Luciano encerram comemorações pelos 46 anos de Tangará da Serra

Publicado

Foto: Assessoria de Imprensa

Fechando as celebrações do 46º aniversário de emancipação político/administrativa de Tangará da Serra, uma apresentação da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano neste domingo, 15, lotou o Módulo Esportivo, palco onde os artistas cantaram seus sucessos e encantaram o público.

Com entrada franca, o show faz parte do projeto ‘Consertos Ihara’ que leva para o interior do país o melhor da música nacional. O evento estava programado para acontecer em 2020, mas foi adiado devido à pandemia da Covid-19.

No palco com a dupla sertaneja, se apresentou a Orquestra Contemporânea Innovare. “O Concertos Ihara vem cumprir o objetivo de interiorizar a cultura e valorizar as pessoas que ajudam, dia após dia, a construir a história desse imenso país”, frisou a organização do evento que contou com o apoio do Município.

Foto: Assessoria de Imprensa

“São projetos sociais e culturais como esse que reforçam que, além de levarmos soluções inovadoras para a agricultura brasileira, também buscamos fortalecer nosso comprometimento com as comunidades onde atuamos”, afirma Gabriel Saul, Gerente de Comunicação da Ihara.

O projeto é enquadrado na Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Ihara, apoio da Prefeitura e realização do Ministério do Turismo.

Continue lendo

Entretenimento

Xuxa cita dupla personalidade de Pelé e momento quente com Senna

Publicado

por


source
Xuxa Meneghel já namorou Pelé e Ayrton Senna
Reprodução/Divulgação

Xuxa Meneghel já namorou Pelé e Ayrton Senna

Xuxa vive uma história de amor madura com o ator e cantor Junno Andrade. A apresentadora, de 59 anos, diz que seus relacionamentos a levaram à forma com ela encara, atualmente, a vida a dois. Alguns deles acompanhados de perto pelos olhos atentos do público, como Pelé e Ayrton Senna. Este último, um relacionamento intenso, mas que não durou muito tempo. Nas palavras da apresentadora, ambos tinham uma conexão que “era difícil para as outras pessoas entenderem”.

Entre  no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro das principais notícias dos famosos e da TV

Xuxa revelou até o que ocorria na intimidade entre ela e o piloto. A apresentadora narrou, por exemplo, um momento quente do casal quando pediu para que ele usasse um capacete.

“Na hora em que a gente foi ficar junto, ele começou a puxar o meu cabelo, como se fosse uma chuquinha, para cima. Aí eu olhei para ele e disse: ‘Ah, você quer ficar com a Xuxa da televisão’… Não tem problema, boto a bota, chuquinha, mas você coloca o capacete?”, disse ela ao programa “Papagaio Falante”, no Youtube.

Ainda segundo ela, isso aconteceu após ela narrar para Beco, apelido pelo qual chamava Ayrton, um episódio de um relacionamento anterior em que, na hora do rala e rola, o parceiro pediu para que ela cantasse “Quem quer pão?”.

Leia Também

Xuxa falou ainda sobre seu relacionamento com Pelé. Disse que o ex-jogador foi seu “primeiro amor, um grande amor”. Eles se conheceram durante um ensaio fotográfico para uma capa de revista. Ficaram juntos por cerca de seis anos. A apresentadora, porém, destacou que não foi um período “fácil” e citou que Pelé tinha “dupla personalidade”.

“Foi dos17 aos 23. Ele tem dupla personalidade, fala na terceira pessoa. Eu me apaixonei pelo Dico (apelido), que era apaixonado, era familia”, disse Xuxa sobre ele na intimidade.

Diferente da forma que agia quando o astro do futebol entrava em cena: “Às vezes chegava com camisa suja de batom. Dizia: ‘essas mulheres ficam querendo agarrar o Pelé’. Eu era muito nova. Não foi fácil.”

No início do relacionamento, Xuxa contou que Pelé levou as modelos que participaram do ensaio para uma boate. Na hora da despedida, ele deu um beijo “quase na boca” da apresentadora.

“Meu coração bateu mais forte. (Posteriormente) mandava flores para minha mãe. Conversava com o meu pai”, completa ela, que, no início do relacionamento, só saía com Pelé depois da autorização dos pais.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana