conecte-se conosco


Mato Grosso

1º Plano Estadual de Economia Solidária de MT é validado por Conselho

Publicado

O Conselho Estadual de Economia Solidária de Mato Grosso (Cesol MT) aprovou o Plano Estadual de Economia Solidária em reunião, na tarde desta quinta-feira (06), na sala de reunião Garcia Neto, no Palácio Paiaguás.

O Conselho, instituído pelo Decreto Estadual nº 598, de 15 de agosto de 2011, tem a competência de propor instrumentos para a implementação da Política Estadual de Fomento à Economia Solidária (Lei Estadual nº 8.936, de 17 de julho de 2008), atualmente coordenada pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf).

“É um marco histórico para a economia solidária em Mato Grosso que agora possui um norte claro para alavancar essa política no Estado. O Plano traz, de forma organizada,  as ações necessárias para fortalecer o setor, e essa organização facilita a busca por recursos”, afirma Corgésio Albuquerque, Secretário de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários.

O Plano conta com quatro eixos: produção, comercialização e consumo; financiamento: crédito e finanças solidárias; conhecimento; e ambiente institucional. “Os eixos são compostos de objetivos com indicadores e metas, diretrizes estratégicas e ações que foram construídas por uma comissão criada pelo Cesol MT tendo como um dos subsídios o Diagnóstico da Economia Solidária de Mato Grosso, elaborado de forma participativa e abrangendo todas as regiões do Estado”, explica Cenira Evangelista, Secretária Executiva do Conselho Estadual de Economia Solidária.

Neuri Senger, representante do Fórum de Economia Solidária de Tangará da Serra, comenta que o Conselho agora tem o papel de realizar a gestão do Plano em conjunto com a Seaf nas etapas de monitoramento, avaliação e revisão. “É imprescindível que os conselheiros criem um sentimento de pertencimento em relação ao documento que vai contribuir para fortalecer e empoderar o Conselho, além de motivar os municípios a instituírem os conselhos municipais e construírem seus Planos Municipais de Economia Solidária.”

Leia mais:  Polícia Civil localiza corpo de professora desaparecida em Nova Mutum

“A implementação do Plano não é responsabilidade somente do Governo do Estado, ela deve acontecer de forma conjunta envolvendo também o setor privado, empreendimentos da economia solidária, governos federal e municipais e a sociedade civil, todos têm o papel de dar visibilidade a esse documento com estratégias de mídia, mapeamento das oportunidades e engajamento de apoiadores e financiadores com um portfólio de projetos atrativo. Com o Plano aprovado, a próxima etapa é a inserção das ações do documento nos instrumentos de planejamento e orçamento dos órgãos e Secretarias do Governo do Estado”, explica George de Lima, Superintendente de Agricultura Familiar da Seaf.

A reunião do Conselho contou com a participação do técnico da Superintendência Regional do Trabalho de Mato Grosso, Antônio Rodrigues, que se dispôs a divulgar e buscar apoio junto ao Ministério do Trabalho e Emprego e demais instâncias federais pertinentes para a execução do Plano Estadual de Economia Solidária. Atualmente o Ministério do Trabalho e Emprego, via Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes), é quem executa a política pública de Economia Solidária por meio das transferências de recursos aos estados, municípios, universidades e organizações da sociedade civil.

“O Centro Público de Economia Solidária localizado na região central de Cuiabá pode tornar-se uma grande referência de Economia Solidária em Mato Grosso, com a comercialização da produção dos empreendimentos da economia solidária, realização de formação, cursos, espaços de discussão e demais eventos. É preciso que o Governo Federal e o Governo Estadual acelerem a reforma do prédio”, cobrou Elza de Oliveira, empreendedora da Economia Solidária que atuou no Centro desde a sua inauguração.

Leia mais:  MPMT entrega reformas das Promotorias de Justiça de Mirassol D´Oeste e Araputanga

Economia Solidária

Expandiu-se pelo mundo devido à maneira com que vem se estabelecendo e mantendo os princípios mais fundamentais do conceito ampliado de sustentabilidade. Trata-se de uma alternativa que gera trabalho e renda por meio de atividades que combinam os princípios de autogestão, cooperação e solidariedade na produção de bens e de serviços, distribuição, consumo e finanças.

Em Mato Grosso existem várias atividades realizadas por organizações solidárias como cooperativas, associações, grupos solidários informais, redes de cooperação em cadeias produtivas e arranjos econômicos locais, bancos comunitários e fundos rotativos solidários. O Diagnóstico da Economia Solidária de Mato Grosso está disponível no link http://www.seaf.mt.gov.br/economia-solidaria.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Dez jovens, incluindo menores, são flagrados pela PM em festa ‘regada’ a bebida alcoólica e drogas na Vila Goiânia

Publicado

A Polícia Militar apreendeu 10 jovens, entre eles, seis menores de idade durante uma festa em chácara na madrugada deste domingo (24), na região do bairro Vila Goiânia, em Tangará da Serra.

Segundo informações uma ocorrência por perturbação do sossego resultou neste flagrante. Em revista ao ambiente os militares encontraram porções de maconha, êxtase e doce, além de várias garrafas de bebidas alcoólicas. Quatro suspeitos entre 19 e 22 anos foram detidos e seis adolescentes de 16 e 17 anos, dos quais, cinco garotas, acabaram apreendidas.

Todos os envolvidos, e os produtos recolhidos, incluindo uma quantia em dinheiro e celulares, foram encaminhados para a Delegacia Judiciária Civil. Os maiores de idade, organizadores da festa, serão indiciados por corrupção de menor, uso e posse de entorpecentes.

Comentários Facebook
Leia mais:  Caminhonete roubada é recuperada pela PM em área próximo a reserva indígena
Continue lendo

Mato Grosso

Pela contribuição à sociedade lideranças femininas recebem o título ‘Mulher Cidadã’

Publicado

A noite de sexta-feira (24) foi de gratidão e emoção. Promovido pela Câmara Municipal de Tangará da Serra, o evento ‘Mulher Cidadã’, realizado no auditório da OAB, reuniu centenas de pessoas e em especial, 40 lideranças femininas que se destacarem como mulher em sociedade, dedicando-se as mais diversas causas na defesa dos direitos da mulher e dos interesses sociais da coletividade.

Foto: Marcos Figueiró

Presidida pela vereadora Sandra Garcia (PSDB) durante a sessão solene, foi entregue a elas, o certificado de Mulher Cidadã. A Lei Municipal 3.534/2011, estabelece que os órgãos públicos municipais devam se empenhar em discutir a atenção integral aos seus direitos e necessidades.

Nesse contexto, o Poder Legislativo se torna responsável por realizar a sessão solene com a entrega de títulos à personalidades indicadas pelos vereadores:

01 – ANA CATARINA BIANCHINI
02 – ANA LUCIA VIENA GONÇALVES DE ALMEIDA
03 – ANDREIA SOARES DA SILVA ANDRADE
04 – CONCEIÇÃO ROSA RODRIGUES
05 – DIVA MARTINS BEZERRA
06 – DOLORES PEGO SODRÉ LOCATELLI
07 – EDINÉIA GONÇALVES DE SOUZA VIEIRA
08 – EDNA RIBEIRO
09 – EVANETE STEIGER DE OLIVEIRA
10 – FABÍOLA TORMES HOMSI
11 – HERONDINA ROSA THOMAZ DA SILVEIRA
12 – IDALINA MEURER
13 – ILDA DOS SANTOS VERSIANO
14 – INÊS BIGOLIN
15 – IVONE THOMAZ TELES
16 – IVONETE CIRICO DE SOUZA CAMPOS
17 – MARIA LÚCIA SEIBERT WELTER
18 – JULIANA STASCOVIAN
19 – LILIAN DE MENEZES GONÇALVES
20 – LUZIA DE SOUZA AMORIM
21 – MARGARETE FERREIRA SAUBERLICH
22 – MARIA DE LOURDES DA SILVA OLIVEIRA
23 – MARIA DE LOURDES MIRANDA NOVAIS
24 – MARIA DE LOURDES PERES
25 – MARIA ELVIRA TRESCH
26 – MARIA LUIZA POLLO ZANATA
27 – MARILZA APARECIDA BARRETO MANZANO
28 – MARLI APARECIDA FERREIRA FRANCHINI
29 – MARTA MANZANO ARTERO
30 – NAIR RODRIGUES SANTANA
31 – NELCI ALVES RIBEIRO
32 – PAULA CORREIA FRANCHINI BRITO
33 – ROZELENE SILVANA DA SILVA
34 – SANDRA APARECIDA MENDONÇA
35 – SEBASTIANA CRISTINA PEQUENO DE SOUZA
36 – SELMA LOPES DA SILVA
37 – SILVANA PEREIRA DE SOUZA
38 – SILVIA CECAGNO GUCHERT
39 – SIMONE APARECIDA STOINSKI DEIJANI
40 – VALÉRIA CRISTINA DE SOUZA E SOUSA

A cerimônia de homenagem, celebrou o  Dia Internacional da Mulher, comemorado em 08 de março, e busca o engajamento da comunidade  na luta por uma sociedade mais igualitária.

Leia mais:  Jovem embriagado tenta esganar avó de 65 anos em Várzea Grande

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Política MT

Mais Lidas da Semana