Variedades

29/11/2017 10:03

Voltar Evento celebra cultura cuiabana e arrecada filtros de água para famílias carentes

Uma noite de resgate da cultura cuiabana, com dezenas de famílias revivendo as tradicionais festas que aconteciam nos quintais dos casarões do Centro Histórico, foi vivenciada durante o Sarau realizado na última segunda-feira (27.11), no Palácio Paiaguás. Diversos artistas alegraram o ambiente com apresentações musicais, danças, intervenções teatrais e declamações de poemas em um encontro regado a licores de frutos da terra e comidas típicas mato-grossenses. O evento beneficente ainda ajudou famílias que vivem em condição de vulnerabilidade social com a doação de filtros de barro.

Os participantes do ‘Sarau de Segunda’ foram recepcionados pelas comadres Pitú e Creonice e pela irreverente Penélope, que com bom humor apresentavam cada um dos artistas, contavam causos e brincavam com os tradicionais costumes cuiabanos. A noite também foi marcada pelas serestas e marchinhas de carnaval. No quintal, juntamente com os tradicionais pés de bananeiras e seus cachos, foram montadas barraquinhas com comidas da terra como Maria Izabel, Paçoca de Pilão, caldo de banana verde, revirado de carne e escaldado. Os pratos foram doados por buffets e restaurantes da capital. A entrada do evento foi um ‘vale filtro de barro com vela’, que serão doados a famílias da baixada cuiabana que não tem água potável para beber.

Os presentes também puderam apreciar a peculiar decoração dos antigos casarões, com móveis e objetos centenários. Várias famílias pioneiras ajudaram na montagem, emprestando peças e fotos antigas para reprodução de uma moradia típica cuiabana, destacou o cenógrafo e pesquisador da cultura mato-grossense Waldeck Curvo. “Não é só a cultura cuiabana que está sendo representada aqui, mas também a afro, indígena, a religiosidade. Fizemos tudo em cima de pesquisas. Já o quintal montado nos remete aos terrenos cuiabanos em que as famílias se reuniam e onde havia as festas de santo, hasteamento de bandeira. A feirinha traz a gastronomia das festas, relembrando quintais tradicionais como os da casa de Bembem, onde eram realizadas a festa de São Benedito”.

Uma das mais animadas da noite era Beth Mato Grosso, que se apresentou no Sarau e ajudou em todas as etapas de organização. “Hoje é o dia da realização e estamos muito felizes porque o evento esta superando as expectativas e todos os ingressos foram vendidos. Este é o primeiro Sarau beneficente e esses filtros, objetivo maior dessa festa, ajudarão muitas famílias. É um motivo de realização porque a gente estava desde o primeiro momento trabalhando para que isto realmente acontecesse”.

As apresentações foram marcadas pela interação, com o público participando ativamente das intervenções artísticas. “Foi tudo maravilhoso, uma delicia esse resgate da cultura. O governo e os organizadores estão de parabéns pelo evento. Sou de Minas Gerais, mas vim para Cuiabá estudar medicina há mais de 30 anos e não sai mais. Apesar de conservar minhas origens sou também uma cidadã cuiabana, mato-grossense ”, diz a anestesista Elza Queiroz. Outro que aprovou a iniciativa foi Júlio Abreu, que comemorou a oportunidade de encontrar antigos amigos. “A festa está excelente. Espero que repita mais vezes. Esse tipo de confraternização estava faltando em Cuiabá. Uma oportunidade de rever os amigos, muitos que já nem moram mais aqui”.

Um segundo Sarau beneficente está sendo organizado, dessa vez no quintal de dona Domingas, como apoio para a compra de remédios e ajuda financeira para exames e fisioterapia dos integrantes do Flor Ribeirinha, que se envolveram em um acidente automobilístico recentemente. “Esta é uma ideia maravilhosa da comissão, muito bom resgatar nossa cultura porque ela está morrendo. É com muito amor no coração que apresentamos aqui hoje, revivendo amizades antigas. Vamos receber nosso povo querido e nossos artistas com maior prazer lá no nosso quintal”, destacou Domingas Leonor, que junto com o Flor Ribeirinha foi uma das principais atrações da noite.

Cuiabá 300 anos

Parte de uma série de ações programadas para os 300 anos de Cuiabá, que serão celebrados em 2019, o evento foi proposto pelo governador Pedro Taques, que é cuiabano e apaixonado por saraus. Taques, que ao adentrar o salão nobre foi recepcionado pelos festeiros de São Benedito, lembrou que o sarau foi realizado sem que o estado gastasse um real, graças a ajuda de doadores, voluntários e público presente. “As manifestações culturais que aconteceram mostram que a cuiabania esta viva. Parabéns a todos que aqui estão. E o palácio Paiaguas é justamente isso, abertura para cultura. Além do cunho social, com doações de filtro para aqueles que não tem e isso é muito importante nesse momento de crise”.

O evento foi organizado pela comissão Cuiabá 300 anos, composta por diversos setores sociais como artistas, historiadores, arquitetos entre outros. O grupo ficou responsável pela compra dos filtros, que serão entregues ao Núcleo de Ações Voluntárias do governo de Mato Grosso (NAV) para serem doados as famílias necessitadas. “Nós queremos levar a cultura cuiabana para toda sociedade, este é o objetivo deste evento beneficente e dos outros saraus que estamos programando para o próximo ano nas praças da cidade. Hoje é noite de agradecimento, realização para todos os cuiabanos e aqueles que vieram a Cuiabá e firmaram suas raízes e estão aqui ajudando a angariar filtros de barro para distribuir as famílias que estão em situação de risco social e pessoal”, celebrou Cely Almeida, coordenadora Executiva do NAV e membro da comissão organizadora.

As peças do século XIX e XX montadas para o ‘Sarau de Segunda’ estarão disponíveis para a visitação do público durante todo o mês de dezembro. As peças de grande valor sentimental e histórico foram emprestadas por famílias pioneiras e não estão em museus, mas em residências e fazendas dos colaboradores. As visitas de escolas, universidades e comunidade em geral será no horário de expediente do Palácio e devem ser agendadas. Os grupos serão acompanhados por pesquisadores e historiadores e as visitas serão coordenadas pela NAV, que tem como presidente de honra a mãe do governador, Eda Taques, que apoiou a proposta. 


Bem Notícias

Diretor Geral
Zied Coutinho

Titulo fixo

Facebook

Bem Notícias - © Copyright - 2016 - Todos os direitos reservados

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo